Geral

Dirigentes do Inter se emocionam no velório de Fernandão

Após viajar de Porto Alegre para Goiânia, dirigentes do Inter chegaram por volta de 21h ao velório de Fernandão. O corpo do ex-atacante está no ginásio Luis Torres de Abreu, na sede do Goiás, time em que começou e encerrou a carreira. Estão presentes na despedida o presidente Giovanni Luigi, o ex-presidente Fernando Carvalho e […]

Arquivo Publicado em 08/06/2014, às 11h56

None
1564090683.jpg

Após viajar de Porto Alegre para Goiânia, dirigentes do Inter chegaram por volta de 21h ao velório de Fernandão. O corpo do ex-atacante está no ginásio Luis Torres de Abreu, na sede do Goiás, time em que começou e encerrou a carreira. Estão presentes na despedida o presidente Giovanni Luigi, o ex-presidente Fernando Carvalho e o secretário-geral Gelson Pires, além de outros membros do clube.
A cerimônia começou por volta de 20h30min e se estendeu durante a madrugada. Ao chegar no local, os colorados se emocionaram por ver o corpo do ídolo. O clube planeja homenagens ao eterno capitão do título Mundial. Promoverá uma missa no auditório Araújo Vianna, às 17h deste domingo, em Porto Alegre, e também já anunciou que não irá usar a camisa 9 no próximo jogo do clube no Brasileirão, contra o Corinthians, após a Copa do Mundo.
– É difícil, realmente difícil, uma pessoa que a gente conviveu há tanto tempo, com uma vida inteira pela frente, novos objetivos. Fernandão tinha todo um significado dentro de fora de campo. Ele era realmente diferenciado. Foi um divisor de águas na minha gestão. Ele trouxe sua grande qualidade e foi fundamental – lamentou Fernando Carvalho em entrevista à Rádio Bandeirantes.
Na capital gaúcha, colorados se reuniram no espaço em frente ao Centro de visitantes Gigante para Sempre, no Beira-Rio, que virou um tipo de memorial a Fernandão. Cartazes, faixas e flores foram levados ao local. Os torcedores fizeram uma roda e deram as mãos. O gesto lembrou a última união dos jogadores organizada pelos ex-jogadores antes de adentrar o gramado de Yokohama, no Japão, para o confronto com Ronaldinho e seus companheiros (vitória colorada por 1 a 0). Os fãs ainda fizeram a tradicional “ruas de fogo” para se despedir do eterno ídolo.

O acidente
Fernandão estava com mais quatro pessoas em um acampamento às margens do Rio Araguaia, a cerca de 12 km do Centro de Aruanã, onde ele tinha uma fazenda. O grupo seguia do rancho para a sede da propriedade rural. O helicóptero caiu logo após decolar, por volta das 1h30min de sábado, em uma faixa de areia. Além de Fernandão e Bidó, também morreram Edmilson de Sousa Lemes, cabo da PM e presidente da Câmara Municipal de Palmeiras de Goiás, Milton Ananias, coronel aposentado da Polícia Militar e quem pilotava a aeronave, e Lindomar Mendes Vieira, funcionário da fazenda.
Imagens de um cinegrafista amador mostram o momento em que o ex-jogador é resgatado. No vídeo, é possível ver o Corpo de Bombeiros colocando Fernandão em uma maca. Muitas pessoas se aglomeraram no banco de areia para acompanhar o resgate. Das cinco pessoas que estavam a bordo, Fernandão foi o único encontrado com sinais vitais. No entanto, ele não resistiu aos ferimentos e morreu no caminho para o Hospital Municipal de Aruanã.

Jornal Midiamax