Geral

Desastres naturais deixam 11 municípios em situação de emergência

Portaria do Ministério da Integração Nacional divulgado nesta segunda-feira reconheceu que onze municípios brasileiros se encontram em situação de emergência como consequência das chuvas, granizo e da seca que atinge diversas regiões do país nas últimas semanas. Os municípios afetados desabrigados ficam nos estados da Bahia e Maranhão, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande […]

Arquivo Publicado em 10/02/2014, às 15h56

None

Portaria do Ministério da Integração Nacional divulgado nesta segunda-feira reconheceu que onze municípios brasileiros se encontram em situação de emergência como consequência das chuvas, granizo e da seca que atinge diversas regiões do país nas últimas semanas.

Os municípios afetados desabrigados ficam nos estados da Bahia e Maranhão, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Guaratinga (BA), Balsas (MA), e Jupiá (SC) sofreram com as enxurradas provocadas pelas fortes chuvas. Já as cidades de Ipanema e Turmalina, em Minas Gerais, foram atingidas por temporais, e David Canabarro (RS), por granizo.

Já os municípios de Bom Jardim, Pirapemas, Santa Luzia, Tufilândia, todos no Maranhão, e Januária, também em Minas Gerais, estão em situação de emergência por causa da estiagem.

Após o reconhecimento oficial de situação de emergência, as cidades poderão receber ajuda do governo federal.

Além disso, o estado de São Paulo, vive a ameaça de uma crise de abastecimento de água.

O governador Geraldo Alckmin negou ontem esteja sendo feito racionamento de água na região, mas alguns municípios começaram uma política de economia do recurso.

Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), responsável pelo abastecimento de água na região, emitiu um comunicado em 28 de janeiro no qual alertou sobre o baixo nível de seus reservatórios, um dos mais baixos nos últimos dez anos.

Jornal Midiamax