Geral

Desaparecimento de adolescente em Campo Grande completa 14 dias

Completou nesta segunda-feira (11), 14 dias do desaparecimento da menina Lays Emilyn de Oliveira da Silva, de 12 anos. A adolescente saiu de casa para ir à escola e não retornou mais. A mãe desde então, enfrenta um peregrinação na polícia e meios de comunicação para divulgar o sumiço da filha e tentar alguma informação […]

Arquivo Publicado em 11/08/2014, às 19h21

None
772621804.jpg

Completou nesta segunda-feira (11), 14 dias do desaparecimento da menina Lays Emilyn de Oliveira da Silva, de 12 anos. A adolescente saiu de casa para ir à escola e não retornou mais. A mãe desde então, enfrenta um peregrinação na polícia e meios de comunicação para divulgar o sumiço da filha e tentar alguma informação que leve ao paradeiro dela. “Não tem nenhuma informação.


Nenhuma ligação. Ela não me liga para falar que está bem. Já não sei mais o que fazer”, diz a mãe, Jisseli Cleyse. A menina fugiu de casa no dia 28 de julho. Ao perceber o sumiço da filha, a mãe procurou a escola e descobriu que ela falou para as coleguinhas que iria fugir, pois estava cansada de ser ‘presa’.


Segundo a mãe, após o registro na Polícia Civil, uma amiga da menina já foi ouvida pelos policiais. Essa coleguinha teria levado Lays Emilyn para a casa dela, no Bairro Noroeste, na segunda. Elas teriam passado a tarde juntas e depois, a adolescente foi embora.


Conforme a Polícia Civil, o caso foi registrado como abandono de convívio familiar. Casos deste tipo, em que adolescentes saem de casa não são incomuns. Porém, passar 15 dias sem nenhum contato é preocupante. Os policiais e a mãe seguem sem nenhuma notícia da garota.


Denúncias


Qualquer informação que possa levar ao paradeiro da menina pode ser repassada ao telefone do setor de investigação da DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança de ao Adolescente) pelos telefone 3323-2506 ou 3323-2507.

Jornal Midiamax