Geral

Delcídio quer Pedro Chaves contribuindo com a sua campanha a governador

Delcídio declarou que já havia convidado Pedro Chaves para trabalhar na construção do Programa de Governo e para coordenar o escritório político em Campo Grande

Arquivo Publicado em 28/01/2014, às 10h39

None
2064165631.jpg

Delcídio declarou que já havia convidado Pedro Chaves para trabalhar na construção do Programa de Governo e para coordenar o escritório político em Campo Grande

O senador Delcídio do Amaral (PT) quer que o secretário municipal de governo, Pedro Chaves (PSC), participe da sua campanha ao governo do Estado. Ele disse ao Midiamax que irá conversar com o secretário sobre o assunto em fevereiro. Chaves, que é suplente do senador, poderá deixar a prefeitura de Campo Grande.

“Ele é muito qualificado. Tem muito a contribuir da minha campanha, por tudo que representa na área de negociação. Ele conhece muito bem o nosso Estado”, disse o pré-candidato.

Delcídio declarou que já havia convidado Pedro Chaves para trabalhar na construção do Programa de Governo e para coordenar o escritório político em Campo Grande, mas, na ocasião, o suplente preferiu assumir o cargo na prefeitura. “Ele disse que tinha que retribuir a Campo Grande por tudo que a cidade já havia feito por ele”, afirmou.

Pedro Chaves tem todo o interesse na eleição de Delcídio, cujo mandato no Senado só termina em 2018. Caso o petista seja eleito governador, o suplente assume a vaga pelos próximos quatro anos. O mandato de senador é de oito anos.

Aliados e adversários políticos do prefeito consideram a saída de Chaves um retrocesso nas negociações de Alcides Bernal. O secretário de governo tem recebido vereadores e trabalhado para evitar a cassação do prefeito pela Câmara Municipal.

Jornal Midiamax