Geral

Com mensagem irônica para Globo, Obelisco amanhece mais uma vez pichado

O Obelisco de Campo Grande, localizado na Avenida Afonso Pena, com a Rua José Antônio, amanheceu pichado mais uma vez nesta sexta-feira (28). Depois de ter sido pichado duas vezes nos últimos tempos com “Xarada” e interrogações, desta vez a mensagem foi irônica e direcionada à Rede Globo. “As autoridade e o povo, tem que […]

Arquivo Publicado em 28/02/2014, às 17h50

None
1576580705.jpg

O Obelisco de Campo Grande, localizado na Avenida Afonso Pena, com a Rua José Antônio, amanheceu pichado mais uma vez nesta sexta-feira (28). Depois de ter sido pichado duas vezes nos últimos tempos com “Xarada” e interrogações, desta vez a mensagem foi irônica e direcionada à Rede Globo.


“As autoridade e o povo, tem que deixar, a TV Globo fazer o q. bem entender neste país, caso contrário, ela empede o desenvolvimento, é poderosa e persegui , quem enterferir!” (sic).


No começo da tarde, o Obelisco foi restaurado pelo pintor Vanderlay Rodrigues Aldavez, de 35 anos. Após ver o monumento mais uma vez pichado, ele decidiu por conta própria pintar o ponto turístico.


Aldavez contou que já viu outros voluntários pintando o monumento, mas que nunca tinha participado. “Se querem protestar, por que não fazem uma faixa e vão para a rua?”, questiona.


A onda de pichações do monumento e pinturas por parte da população começou no ano passado com a pichação “Porra Chorão”. Em junho, os voluntários se reuniram para pintar o Obelisco.

Neste ano, o Obelisco foi pichado com “Xarada” e interrogações. O monumento foi pintado e poucos dias depois, foi novamente pichado pelo ‘Xarada’. Até agora, ninguém foi  responsabilizado pelas pichações.


O ato de pichação é enquadrado na Lei de Crimes Ambientais (lei 9605/98). O artigo 65 estabelece detenção de três meses a um ano de prisão e multa. Para os casos de monumentos tombados por seu valor artístico, arqueológico ou histórico, a pena mínima é de seis meses.


Colaborou Mayara Sá



Jornal Midiamax