Geral

Chile registra cinco réplicas após forte terremoto de 6,5 graus no norte

Pelo menos cinco réplicas foram registradas após o forte terremoto de 6,5 graus na escala aberta de Richter que afetou neste domingo à cidade de Iquique e seus arredores, sem vítimas, mas com desprendimentos de rochas na região litorânea. De acordo o sismológico da Universidade do Chile, a primeira réplica de 5 graus foi sentida […]

Arquivo Publicado em 16/03/2014, às 23h16

None

Pelo menos cinco réplicas foram registradas após o forte terremoto de 6,5 graus na escala aberta de Richter que afetou neste domingo à cidade de Iquique e seus arredores, sem vítimas, mas com desprendimentos de rochas na região litorânea.

De acordo o sismológico da Universidade do Chile, a primeira réplica de 5 graus foi sentida às 18h27 (mesma hora de Brasília), posteriormente seguiu uma de 4,5 graus às 18h57 (mesma hora de Brasília), 17 minutos depois uma terceira réplica de 3,8 graus, uma quarta de 5,1 graus – que voltou a alarmar a população – e, por último, uma réplica de 4,8 graus na meia hora seguinte.

A maioria destas réplicas teve seu epicentro muito perto da cidade de Iquique, situada a 1.857 quilômetros ao norte da capital chilena.

O forte terremoto de 6,5 graus de magnitude, que derivou estas réplicas, foi sentido às 18h17 (mesma hora em Brasília) e seu epicentro se localizou a 75 quilômetros ao sudoeste da cidade de Pisagua e a 20,6 quilômetros de profundidade.

Por sua vez, o Centro Geológico Americano (USGS) informou de um terremoto de 7 graus Richter na região norte do Chile.

O Escritório Nacional de Emergência (Onemi), vinculado ao Ministério do Interior, acionou o alarme de evacuação na região “mais por precaução”, na eventualidade que ocorra um tsunami. O Serviço Hidrográfico e Oceanográfico da Armada (SHOA) também decretou um alerta preventivo de tsunami.

A Onemi, que mede os terremotos na escala internacional de Marcalli (do um ao 12), especificou que o tremor de terra estremeceu à cidade de Arica, no extremo norte do Chile e fronteira com a cidade peruana de Tacna, com uma intensidade de 6 graus.

Um pouco mais ao sul, na cidade de Alto Hospicio e na cidade de Iquique, o terremoto também teve uma intensidade de 6 graus. Em Quillagua, no entanto, foi de 4 graus.

Emissoras locais, afirmaram que em Iquique o trânsito ficou caótico, já que os motoristas começaram a deslocar-se rapidamente rumo às áreas de evacuação.

A televisão local mostrou milhares de pessoas caminhando para as regiões altas, enquanto outras se mantêm em lugares abertos devido às réplicas sentidas nas últimas horas.

O diretor Nacional de Onemi, Ricardo Toro, pediu que a população do norte chileno mantenha a calma, embora nem seu organismo nem o SHOA tenham suspendido o alerta preventivo de tsunami.

Jornal Midiamax