Geral

Candidatos ao governo de MS destacam em programas eleitorais propostas para saúde e educação

Dos seis candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul, Nelsinho Trad (PMDB), Reinaldo Azambuja (PSDB) e Evander Vendramini (PP) apresentaram programas inéditos na televisão nesta sexta-feira (29) sobre educação e saúde. Sidney Melo (Psol), Professor Monje (PSTU) e Delcídio do Amaral (PT), que falou sobre saúde, repetiram os programas. Nelsinho Trad apresentou as propostas […]

Arquivo Publicado em 29/08/2014, às 15h32

None

Dos seis candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul, Nelsinho Trad (PMDB), Reinaldo Azambuja (PSDB) e Evander Vendramini (PP) apresentaram programas inéditos na televisão nesta sexta-feira (29) sobre educação e saúde. Sidney Melo (Psol), Professor Monje (PSTU) e Delcídio do Amaral (PT), que falou sobre saúde, repetiram os programas.


Nelsinho Trad apresentou as propostas na educação ao conversar com moradoras e donas de casa. O candidato afirmou que levará para todo o Mato Grosso do Sul o projeto do Instituto Mirim, com cursos profissionalizantes e escolas de tempo integral.


As mulheres reclamaram do tempo ocioso das crianças após a escola ao candidato, que destacou que o ensino integral pode resolver este problema.


Reinaldo Azambuja (PSDB) falou sobre saúde e a falta de investimentos de recursos federais. Segundo o programa, Dilma teria deixado de investir 32 bilhões em saúde que, se divididos entre os Estados, Mato Grosso do Sul receberia R$ 1,2 bilhão, o suficiente para construir nove hospitais nas diversas regiões do Estado.


Além disso, o programa focou na migração de pacientes do interior para Campo Grande e a demora, filas de espera e sucateamento de equipamentos na saúde. Como propostas, Reinaldo afirmou que concluirá o Hospital do Trauma, fará mutirões de atendimento e um centro de diagnósticos em Campo Grande que atenda o Estado.


Evander Vendramini (PP) não apareceu em seu horário eleitoral, que foi apresentado por Alcides Bernal, candidato ao Senado e presidente do partido, que usou o espaço para apresentar a candidata a vice, Virgínia Magrini.


Advogada e vereadora em Dourados, Virgínia disse realizar trabalhos sociais na cidade. Para Bernal, o governo não é trabalho a ser exercido por uma só pessoa. A candidata destacou que vontade e compromisso vão motivá-la a ajudar Evander.


“Vamos usar o exemplo da sua administração. Na área da saúde, por exemplo, com programas de prevenção, como a consulta única”, destacou.

Jornal Midiamax