Geral

Briga de casal termina em incêndio que destrói parte de templo de umbanda

Uma possível briga de casal pode ter acarretado um incêndio que destruiu parcialmente a sede de um centro de umbanda no Jardim Aeroporto, na noite de quarta-feira (26). Por volta das 22h30, Carmen Ortiz Cavanha, em companhia da filha de 11 anos, abordou uma viatura da Polícia Militar que fazia rondas pela região do Jardim […]

Arquivo Publicado em 27/03/2014, às 14h40

None
1055549993.jpg

Uma possível briga de casal pode ter acarretado um incêndio que destruiu parcialmente a sede de um centro de umbanda no Jardim Aeroporto, na noite de quarta-feira (26).

Por volta das 22h30, Carmen Ortiz Cavanha, em companhia da filha de 11 anos, abordou uma viatura da Polícia Militar que fazia rondas pela região do Jardim Aeroporto, relatando que havia sido agredida pelo namorado e que ele teria contado com a ajuda de dois amigos.

Os policiais foram até o local indicado, uma casa na Rua Araucária, onde funciona um centro religioso, que estava sendo consumida pelo fogo e lá encontraram Maurício Macedo, de 37 anos, que seria o namorado de Carmem.

Ele apresentou a versão de que ela estaria transtornada e teria iniciado uma discussão. Para evitar maiores problemas ele teria saído do local com os amigos e quando retornou encontrou a casa pegando fogo.

Carmem nega que ela teria colocado fogo na residência. As chamas destruíram móveis e roupas de Maurício. Os dois foram relatados no boletim de ocorrência como autores e vítima e o caso tratado como vias de fato.

Vizinhos, que não quiseram se identificar afirmam que no local, que segundo eles funciona como centro de umbanda, é comum reuniões para consumo de álcool e que as discussões são constantes.

Jornal Midiamax