Geral

Adriano desencanta, mas Atlético-PR perde na altitude e é eliminado da Libertadores

O Atlético-PR não resistiu à altitude da Bolívia e está eliminado da Libertadores de 2014. Na noite desta terça-feira, a equipe rubro-negra viu o atacante Adriano voltar a marcar um gol após mais de dois anos, mas sofreu com o ar rarefeito de La Paz e foi derrotado por 2 a 1 para o The […]

Arquivo Publicado em 09/04/2014, às 00h42

None

O Atlético-PR não resistiu à altitude da Bolívia e está eliminado da Libertadores de 2014. Na noite desta terça-feira, a equipe rubro-negra viu o atacante Adriano voltar a marcar um gol após mais de dois anos, mas sofreu com o ar rarefeito de La Paz e foi derrotado por 2 a 1 para o The Strongest, que tomou a vaga do time brasileiro na próxima fase do torneio internacional.

Para classificar, o Atlético-PR precisava no mínimo empatar o duelo fora de casa, mas não conseguiu segurar a igualdade enquanto contou com ela no placar. A vitória deixou o The Strongest com o segundo lugar do Grupo A, com 10 pontos, enquanto o time paranaense foi eliminado com nove pontos, terminando na terceira colocação.

A partida com uma boa postura do Atlético-PR, mas o equilíbrio durou pouco tempo. Os donos da casa dominaram as ações de jogo a partir dos 20min e chegaram a ter três chances até inaugurarem o marcador aos 38min do primeiro tempo, em gol contra de Manoel – o defensor tentou tirar de cabeça em bola dividida, mas jogou contra a própria meta.

Com problemas com a altitude de mais de 3.600 m acima do nível do mar, o Atlético-PR sofria para levar perigo ao adversário e via jogadores da equipe passarem mal em campo – goleiro Wéverton era o que mais sentia as condições adversas. Mesmo assim, empatou ainda antes do intervalo.

O responsável por deixar a partida em igualdade antes do fim do primeiro tempo foi o atacante Adriano, que não marcava um gol em partidas oficiais há 773 dias. O centroavante alcançou cruzamento rasteiro de Marcelo aos 47min para vencer o goleiro adversário e deixar tudo igual.

Na volta para a etapa final, os bolivianos continuaram melhores em campo contra um Atlético-PR desorganizado e cansado. Weverton chegou a fazer grande defesa aos 2min, mas aos 9min não conseguiu evitar gol de Soliz, que deu a vantagem e a classificação para o The Strongest.

Vélez garante primeira colocação

Em outro duelo do Grupo A disputado no mesmo horário nesta terça, o Vélez Sarsfield garantiu a primeira colocação do grupo com a vitória por 1 a 0 sobre o Universitário-PER, que terminou na lanterna com um ponto. O único gol da partida disputada na Argentina, que deu ao Vélez a possibilidade de ter a melhor campanha da primeira fase com 15 pontos, foi marcado por Nanni aos 7min do segundo tempo.

Jornal Midiamax