Geral

Wallace minimiza prêmio e Bernardinho elogia jovens jogadores

Na noite deste sábado, o Brasil derrotou o Bulgária por 3 sets a 1 e se classificou para a final da Liga Mundial, contra a Rússia. Mais uma vez, o principal destaque da Seleção Brasileira no confronto foi o oposto Wallace. O atleta saiu de quadra como o maior pontuador, com 24 pontos, e ganhou […]

Arquivo Publicado em 21/07/2013, às 01h19

None

Na noite deste sábado, o Brasil derrotou o Bulgária por 3 sets a 1 e se classificou para a final da Liga Mundial, contra a Rússia. Mais uma vez, o principal destaque da Seleção Brasileira no confronto foi o oposto Wallace. O atleta saiu de quadra como o maior pontuador, com 24 pontos, e ganhou o prêmio de melhor do jogo.

Apesar da honraria, o jogador fez questão de exaltar a força coletiva do time. “É sempre bom você receber um prêmio desse, mas acho que isso não pertence só a mim. É do grupo inteiro. Um jogador não consegue levar o time nas costas tão fácil. Tem que tomar certo cuidado. Isso aqui é uma lembrança muito boa. Mas é apenas um prêmio. Eu divido com todos os companheiros”, disse o camisa 4, em entrevista ao Sportv, logo depois do jogo. “Eu não ligo realmente para a quantidade de pontos que eu faço. Espero que hoje eu tenha sido mais eficiente do que ontem e acho que fui”, continuou.

Perto de conquistar seu nono título da Liga Mundial no comando da Seleção Brasileira, o técnico Bernardinho elogiou os novos talentos da equipe e exaltou a evolução dos jovens atletas. “Foi bacana ver que ao poucos a garotada que vem entrando, Wallace, Isac, Lucarelli, tem perspectivas de crescimento, de ser competitivo nesse próximo ciclo”, afirmou o treinador, que também fez um alerta. “Nós tivemos uma lacuna no terceiro set de falta de continuidade. O time não pode se apavorar. A gente começou a errar no terceiro set. A questão física é uma coisa que nos persegue há algum tempo. São coisas que não temos como lidar. A única coisa que eu peço e pensar nas soluções”, prosseguiu.

O líbero Mario Junior também elogiou o time e garantiu que o grupo estará bem na decisão. “O Brasil vem preparado. Eu acho que eu um grupo novo, mas que hoje mostrou que mesmo com trocas continua no mesmo ritmo. Manteve o mesmo ritmo a partida inteira. Vamos estar preparados amanhã”, concluiu.

A decisão da Liga Mundial 2013, que vai colocar frente a frente Brasil e Rússia, será disputada neste domingo, às 20h (de Brasília).

Jornal Midiamax