Geral

Situação dos corpos dificulta contagem e identificação de mortos em van de camelôs

Acidente com veículo que levava comerciantes de MS para compras no Paraguai destruiu a van e uma carreta, que pegaram fogo. Apenas três vítimas foram identificadas até o momento.

Arquivo Publicado em 17/12/2013, às 14h39

None
926630735.jpg

Acidente com veículo que levava comerciantes de MS para compras no Paraguai destruiu a van e uma carreta, que pegaram fogo. Apenas três vítimas foram identificadas até o momento.

O Corpo de Bombeiros de Nova Andradina conseguiu identificar apenas duas vítimas do acidente que ocorreu nesta madrugada na rodovia BR-267.

No momento da chegada das autoridades e dos socorristas, dois mortos estavam fora dos veículos, três mortos dentro da van e o condutor da carreta também estava morto.

De acordo com os bombeiros foram identificados os passageiros Adilson Rodrigues Souza, de 45 anos, e Fabiano Bastos Malaquias. O motorista da carreta Miguel Benides, de 38 anos, sua mulher Ilda Silva de Oliveira, 38 anos, e um sobrinho de 17 anos, morador na cidade de Presidente Prudente (SP), teve ferimentos leves e foram socorridos e encaminhados ao hospital de Nova Andradina.

Ainda de acordo com os bombeiros o motorista da van invadiu a pista contrária e bateu no veículo. Em virtude do nível de destruição dos veículos, que pegaram fogo, a localização dos corpos ficou prejudicada.

Segundo o site Hoje Mais os comerciantes que estavam na van que seguiam para o Paraguai as possíveis vítimas são: Aline Queiroz, Marlene, Renatinho, Douglas, ‘Ching Ling’, Rafael e Antônio.

Conforme informações do Corpo de Bombeiros ainda não é possível dizer o número exato de vítimas que estava na van no momento do acidente.

A lista com a identificação dos passageiros estava dentro da van e acabou destruída pelo fogo.

Os corpos identificados já foram levados ao IML (Instituto Médico-Legal).E os carbonizados ainda estão dentro da van.

Jornal Midiamax