Geral

Professores bebem cerveja dentro de escola do DF e publicam foto na internet

Uma aluna do Centro de Ensino Médio 03 de Ceilândia (DF) denunciou um episódio que classificou como “revoltante”. Ela encontrou no perfil do Facebook dos próprios professores, fotos de uma festa na qual os educadores aparecem segurando latas de cerveja dentro das dependências da unidade escolar. Em outra imagem, uma mesa cheia de latas de […]

Arquivo Publicado em 05/11/2013, às 12h18

None

Uma aluna do Centro de Ensino Médio 03 de Ceilândia (DF) denunciou um episódio que classificou como “revoltante”. Ela encontrou no perfil do Facebook dos próprios professores, fotos de uma festa na qual os educadores aparecem segurando latas de cerveja dentro das dependências da unidade escolar. Em outra imagem, uma mesa cheia de latas de cerveja está cercada de professores que supostamente comemoram o dia da categoria.

A denunciante, que preferiu não se identificar, criticou a atitude e afirmou que a conduta não condiz com a postura que um educador deve ter.

“Eles alegam ter bebido em comemoração no dias dos professores, mas mesmo assim isso é revoltante porque escola é lugar de estudo e aprendizagem e não um botequim.”

De acordo como diretor do Centro de Ensino, Divaldo de Oliveira, de fato houve uma comemoração ao dia do professor, mas em nenhum momento ocorreu qualquer episódio que extrapolasse o bom senso.

“Nós optamos por realizar a festividade dentro da escola para tentar reunir o maior número de professores possível. Somos uma escola grande com 180 servidores e a intenção da festa foi com a proposta aglutinadora.”

A respeito do uso de bebida alcoólica dentro da unidade escolar, Oliveira frisou que em nenhum momento houve a presença dos alunos e lembrou que a festa foi de acesso restrito aos professores.

“Foi um dia festivo somente para os nossos professores. Em nenhum momento houve a presença de alunos ou qualquer atitude que desabonasse estudantes ou professores. Foi uma festa sem nenhum luxo ou ostentação.”

A Secretaria de Educação informou por meio de nota que a Coordenação Regional de Ensino de Ceilândia vai apurar se houve excessos por parte da direção e servidores da unidade.

Jornal Midiamax