Geral

Patrocinadora impõe vontade e fecha retorno de Renato Gaúcho ao Flu

O técnico Renato Gaúcho está de volta ao Fluminense. O acerto foi costurado em reunião na madrugada deste domingo entre os presidentes Peter Siemsen e Celso Barros, comandante da patrocinadora do clube. A administração prepara o anúncio oficial da contratação, fato que deve ocorrer ainda no domingo ou até segunda-feira. Os dirigentes não responderam aos […]

Arquivo Publicado em 22/12/2013, às 16h24

None

O técnico Renato Gaúcho está de volta ao Fluminense. O acerto foi costurado em reunião na madrugada deste domingo entre os presidentes Peter Siemsen e Celso Barros, comandante da patrocinadora do clube. A administração prepara o anúncio oficial da contratação, fato que deve ocorrer ainda no domingo ou até segunda-feira. Os dirigentes não responderam aos contatos, mas fontes ligadas aos envolvidos nas tratativas confirmaram o acerto ao UOL Esporte.

Barros conseguiu dobrar Siemsen e fez valer a vontade de contar novamente com Renato. O presidente tricolor não escondia a preferência por Ney Franco. A contratação de Cristóvão Borges também foi cogitada, assim como a manutenção de Dorival Júnior.

Com a conhecida relação de dependência junto ao patrocinador, o Fluminense aceitou a volta de Renato Gaúcho apesar dos valores envolvidos. O treinador pediu cerca de R$ 550 mil para retornar às Laranjeiras.

O Tricolor vai arcar com aproximadamente R$ 300 mil no salário e o restante será custeado pela Unimed, prática antiga no clube. Como gosta bastante do trabalho de Renato, Celso Barros deixou em aberto a possibilidade de pagar uma parte até maior dos vencimentos do profissional.

O presidente da Unimed estava com o celular desligado e não foi encontrado para comentar a contratação, assim como o mandatário do Fluminense.

Após trabalho no Grêmio, clube no qual não chegou ao acordo salarial para uma renovação, Renato Gaúcho deve trazer o auxiliar Alexandre Mendes e o preparador de goleiros Victor Hugo para integrar a comissão técnica em sua quinta passagem pelas Laranjeiras.

Os maiores feitos aconteceram em 2007 e 2008, quando levou o Fluminense à conquista da Copa do Brasil de forma inédita e ficou com o vice-campeonato da Copa Libertadores, respectivamente.

Jornal Midiamax