Geral

Para Sindicato, demissão de Dobashi representa o fim de uma ‘era’ que visa o sucateamento da Saúde

Para o Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social (Sintss/MS), a demissão da ex-secretária estadual de Saúde, Beatriz Dobashi anunciada ontem (1°) representa o fim de uma “era” que sempre visou o sucateamento da Saúde Pública. Escutas telefônicas comprovam o envolvimento em escândalos de desvios de verbas públicas da Saúde para beneficiar a rede privada, nos […]

Arquivo Publicado em 02/07/2013, às 14h25

None
973556749.jpg

Para o Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social (Sintss/MS), a demissão da ex-secretária estadual de Saúde, Beatriz Dobashi anunciada ontem (1°) representa o fim de uma “era” que sempre visou o sucateamento da Saúde Pública. Escutas telefônicas comprovam o envolvimento em escândalos de desvios de verbas públicas da Saúde para beneficiar a rede privada, nos quais Dobashi sempre negou.

De acordo com o presidente Alexandre Costa, o sindicato vem há anos denunciando diversas ações que justificam que o sucateamento seria a melhor forma de avançar com a privatização do sistema de Saúde Pública.

“A saída desta secretária é vista como uma vitória para os usuários e para a Saúde Pública estadual. Vimos como um avanço para o SUS público. Esperamos que quem assuma o lugar dela tenha realmente vontade de trabalhar para a melhoria do setor”, concluiu.

Assim como o Conselho Estadual de Saúde, o Sintss/MS deverá emitir uma nota de repúdio à ex-secretária. Também está sendo planejado um ato contra a corrupção, ainda com data e local a serem confirmados.

Jornal Midiamax