Geral

Para adoção responsável, Ong visita família e verifica condições após escolha de animais

Quem quer adotar um cachorro ou gato pela Ong Abrigo dos Bichos pode procurar os altos da Avenida Afonso Pena geralmente aos domingos. Com feiras de adoção marcadas pelo Facebook, a Ong estimula crianças e pais a obterem a posse responsável dos bichinhos e vistam as famílias após a feira para saber se está tudo […]

Arquivo Publicado em 30/06/2013, às 14h52

None
1287935037.jpg

Quem quer adotar um cachorro ou gato pela Ong Abrigo dos Bichos pode procurar os altos da Avenida Afonso Pena geralmente aos domingos. Com feiras de adoção marcadas pelo Facebook, a Ong estimula crianças e pais a obterem a posse responsável dos bichinhos e vistam as famílias após a feira para saber se está tudo bem com o animal.


Neste domingo (30), mais uma feira foi montada em frente ao Parque das Nações Indígenas. Com 15 animais, entre cães e gatos recolhidos da rua, a Ong explicava aos visitantes como cuidar bem dos animais.


Lila, por exemplo, é uma cadela de um ano e meio com leishmaniose, pronta para adoção. Quem quiser levar o animal para casa recebe uma orientação sobre como fazer o tratamento, explicação sobre os custos de se ter um animal e como o bicho se relaciona com as pessoas.


Após a adoção, a Ong visita a família que ficou com o animal para ver se ele é bem cuidado. “Não basta trazer o RG, CPF e comprovante de residência. A gente conversa com a família e vê se ela tem condições de ficar com o bichinho”, explica a presidente da Ong, Maira Peixoto.


A funcionária pública Ana Kátia resolveu atender ao pedido do filho João Lucas, que vai fazer 8 anos. “Ele queria um cachorro de presente. Chegamos aqui e o Toddy nos escolheu. Ele estava deitado, mas quando viu meu filho não parou mais de brincar com ele”.


Além de Toddy, a família ficou triste ao ver que o cachorro tinha uma irmã, Gazela, que foi criada com ele e que iria acabar separada. “Resolvemos adotar os dois. Sabemos que é uma grande responsabilidade, mas estamos nos planejando há muito tempo e temos espaço”, garantiu a mãe.

Jornal Midiamax