Geral

Operação da PF-PE destroi 60 mil pés de maconha no Sertão pernambucano

Com o auxílio de duas aeronaves, dois cães farejadores e dezenas de viaturas terrestres, a Polícia Federal em Pernambuco (PF-PE) destruiu 60 mil pés de maconha nos municípios de Orocó e Ilhas Costeiras do Rio São Francisco, no Sertão do Estado. A Operação Gavião foi deflagrada na última terça-feira (17) e concluída dois dias depois […]

Arquivo Publicado em 22/12/2013, às 14h44

None

Com o auxílio de duas aeronaves, dois cães farejadores e dezenas de viaturas terrestres, a Polícia Federal em Pernambuco (PF-PE) destruiu 60 mil pés de maconha nos municípios de Orocó e Ilhas Costeiras do Rio São Francisco, no Sertão do Estado. A Operação Gavião foi deflagrada na última terça-feira (17) e concluída dois dias depois com o apoio de 30 policiais federais, em conjunto com o Grupo Tático Aéreo da Secretaria de Defesa Social do Estado (GTA-SDS/PE). Ninguém foi preso.

De acordo com cálculos de peritos criminais federais, com a erradicação dos 60 mil pés, 20 toneladas da droga deixaram de ser produzidas, o equivalente a 31 kg de maconha pronta para o consumo. Durante a operação, os policiais detectaram a presença de tubulações que irrigavam os plantios com água desviada do Rio São Francisco.

Apesar de ninguém ter sido preso, isso não diminui o valor da operação, segundo o assessor de comunicação da PF-PE, Geovane Santoro, já que o objetivo da ação é erradicar os pés da maconha para evitar que ela seja prensada e comercializada.

“Como montamos logística de guerra, é natural que não haja flagrante. Mas isso não impede o avanço da operação, pois o proprietário do local será intimado a comparecer à Delegacia de Salgueiro e responderá pelo crime de tráfico de entorpecentes”, esclarece.

BALANÇO – Durante o ano de 2013, a PF-PE realizou três operações de erradicação de maconha (Gavião, Resgate I e II), o que resultou na destruição de 719 mil pés, o que produziria aproximadamente 240 toneladas de maconha.

Jornal Midiamax