Geral

Na estreia de Josué, Galo quer manter bom retrospecto sobre o Tupi

Vice-líder do Campeonato Mineiro, o Atlético-MG ainda não desistiu de assumir a ponta da competição. Para isso, o Galo precisa superar o Tupi, às 16h (de Brasília) deste domingo, no estádio Independência. Se depender do retrospecto, a torcida atleticana pode ficar tranquila, já que o time do técnico Cuca perdeu apenas uma vez na história […]

Arquivo Publicado em 31/03/2013, às 15h54

None

Vice-líder do Campeonato Mineiro, o Atlético-MG ainda não desistiu de assumir a ponta da competição. Para isso, o Galo precisa superar o Tupi, às 16h (de Brasília) deste domingo, no estádio Independência. Se depender do retrospecto, a torcida atleticana pode ficar tranquila, já que o time do técnico Cuca perdeu apenas uma vez na história para a equipe de Juiz de Fora atuando com o mando de campo.

A única vez que o Galo Carijó venceu o Galo da capital foi em 1966, uma partida amistosa no Mineirão. No histórico geral, Atlético-MG e Tupi já mediram forças 61 vezes, com 36 triunfos atleticanos, 13 empates e 12 vitórias da equipe de Juiz de Fora. O meia-atacante Bernard espera que os alvinegros mantenham a escrita e destaca a força do Galo, que terá três jogos seguidos em casa.

“Temos que continuar com a sequência de vitórias. Como temos três partidas diante do nosso torcedor, é continuar invicto dentro de casa. Já tem muito tempo que a gente não perde. Precisamos vencer, também, para conquistar os objetivos. Em casa é sempre bom jogar. A torcida sempre nos apoia, o campo fica cheio. Vai ser bom jogar três em casa. Vamos tentar manter, nestes três jogos, o futebol que estamos tendo”, declarou.

Para encarar o Tupi, o técnico Cuca vai escalar o Atlético-MG com força máxima. As únicas ausências serão por excesso de cartões amarelos, o zagueiro Leonardo Silva e o volante Pierre vão cumprir suspensão. Na defesa o escolhido para encarar o Tupi foi o pentacampeão Gilberto Silva.

Já no meio-campo, o treinador vai promover a estreia do volante Josué, que estava no futebol da Alemanha e vai formar dupla com Leandro Donizete. Na lateral esquerda, o comandante alvinegro fez uma mudança de ordem tática, com a entrada de Richarlyson no lugar de Júnior César, que perdeu a posição devido as boas exibições do companheiro.

No Tupi, o time do técnico Felipe Surian vem fazendo bonito na competição. Com 12 pontos na quinta colocação, a equipe de Juiz de Fora briga para conquistar um lugar no G4 do Mineiro, garantindo vaga nas semifinais do estadual. Para surpreender o Atlético-MG uma das apostas é no volante Maicon Douglas, que não descarta o empate como um bom resultado.

“Precisamos de, pelo menos, um pontinho para voltar ao G-4. Sei que será extremamente difícil enfrentar o Atlético-MG no Independência, onde está invicto, mas o nosso grupo vem crescendo na competição. Viemos para Belo Horizonte para tentar complicar o jogo deles”, declarou.

Felipe Surian terá o retorno de três jogadores para enfrentar o Atlético-MG. Genalvo, Fabrício Soares e Alonso, que ficaram fora da rodada passada do Mineiro retornam ao time. Em compensação, Adriano Lobinho sente dores no pé é será desfalque do Galo Carijó, em Belo Horizonte. Se vencer ou pelo menos empatar, o Tupi reassume a quarta colocação do estadual, ultrapassando o América-MG na classificação.

Jornal Midiamax