Geral

Metade das sedes da Copa vê tour dos craques Messi e Cristiano Ronaldo

Os melhores jogadores do planeta nos últimos anos visitarão seis das 12 sedes da Copa do Mundo de 2014. Graças ao sorteio da última sexta-feira, na Costa do Sauipe, Messi e Cristiano Ronaldo ganharam itinerários democráticos pelo país do Mundial, sem concentração de jogos em uma mesma cidade. Cabeça de chave do grupo F, a […]

Arquivo Publicado em 07/12/2013, às 13h05

None
1502288180.jpg

Os melhores jogadores do planeta nos últimos anos visitarão seis das 12 sedes da Copa do Mundo de 2014. Graças ao sorteio da última sexta-feira, na Costa do Sauipe, Messi e Cristiano Ronaldo ganharam itinerários democráticos pelo país do Mundial, sem concentração de jogos em uma mesma cidade.


Cabeça de chave do grupo F, a Argentina de Lionel Messi visitará Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre na primeira fase. Por sua vez, Portugal de Cristiano Ronaldo passa por Salvador, Manaus e Brasília na etapa de grupos.


Os dois astros dominam a premiação de melhor jogador do mundo da Fifa desde 2008, quando Cristiano Ronaldo ganhou seu único prêmio. O português é o grande favorito para a eleição deste ano. Por sua vez, Messi recolheu os troféus de 2009 a 2012, quatro na sequência.


A expectativa pela passagem dos melhores do mundo já toma quem trabalha em ações da Copa de 2014.


“Sou um dos culpados, entre aspas, por essa simpatia que o povo mineiro tem com a Argentina, potenciado por outras questões. Logicamente que o que existe de mais especial é a oportunidade de ter o melhor jogador do mundo em sua cidade. Ter um Messi em Belo Horizonte vai ser um grande privilégio para o torcedor mineiro. Para mim é um privilégio ser essa ponte entre Belo Horizonte e o meu país”, afirmou o ex-jogador Sorín, que desempenha função de embaixador da capital mineira na Copa.


A reverência pelo que os craques de Real Madrid e Barcelona podem fazer nos gramados do Brasil parte também de futuros adversários. Técnico do Irã, o português Carlos Queiroz falou com empolgação sobre a chance de enfrentar Messi.


“Para ser o melhor do mundo, antes o Messi precisa me provar que é humano”, disparou Queiroz, em tom de descontração, após o sorteio dos grupos.


Se estiver em condições físicas para jogar, Messi estreia na Copa no Maracanã, em 15 de junho, contra a Bósnia. Já Cristiano Ronaldo deve estar em campo no dia seguinte, quando Portugal enfrenta a Alemanha em Salvador, pelo grupo G.

Jornal Midiamax