Geral

Herdeiros da Versace podem estrear em ranking de bilionários

Os herdeiros de Gianni Versace, criador da marca de luxo italiana que leva seu sobrenome e é avaliada em 5,76 bilhões de dólares, podem entrar para a lista do bilionários da revista Forbes em breve. De acordo com informações do jornal Financial Times, após meses de busca por um investidor, o negócio está praticamente fechado […]

Arquivo Publicado em 04/12/2013, às 00h29

None
1655105009.jpg

Os herdeiros de Gianni Versace, criador da marca de luxo italiana que leva seu sobrenome e é avaliada em 5,76 bilhões de dólares, podem entrar para a lista do bilionários da revista Forbes em breve.

De acordo com informações do jornal Financial Times, após meses de busca por um investidor, o negócio está praticamente fechado com o Fundo Estratégico Italiano (FSI), controlado pelo estado, em parceria com a Qatar Holding, fundo controlado pela monarquia local. Juntos, eles devem comprar 20% das ações da companhia por 1,15 bilhão de dólares.

Quando o martelo for efetivamente batido, Santo e Allegra Versace, irmão e sobrinha de Gianni, serão os mais novos bilionários da Itália. Donatella, irmã do magnata e mãe de Allegra, ficará alguns milhões atrás.

Allegra possui 50% das ações do império de luxo e, supondo que todos os acionistas vendam partes iguais do que possuem, a revista Forbes calcula que sua fortuna chegará a 2,3 bilhões de dólares. Santo, presidente do conselho e dono de 30% das ações, chegará a 1,8 bilhão de dólares. E Donatella, que dirige todas as linhas de produto da casa, possui 20% da empresa e chegará à soma de 921,5 milhões de dólares.

A transação faz parte do plano da companhia de expandir internacionalmente para torná-la de capital aberto nos próximos três a cinco anos. Com ela, os Versace entrarão para o grupo dos bilionários da moda, que tem entre seus membros nomes como Giorgio Armani, Miuiccia Prada, Domenico Dolce e Stefano Gabbana. O clubinho, com grande presença italiana, se beneficiou da crise de 2008 para ver os já altos preços de suas mercadorias subirem sem pausas.

História

A empresa foi criada pelo estilista Gianni Versace em 1978. Em 1997, aos 50 anos, ele foi assassinado em sua mansão em Miami por Andrew Cuanan, que se matou dias depois. Gianni deixou metade de seu império para sua sobrinha Allegra e a outra metade para ser dividida entre seus irmãos.

Em 2009, a empresa quase declarou falência. Desde então, com a contratação de Gian Giacomo Ferraris para o cargo de diretor executivo, a receita cresceu 20% com as vendas no exterior e chegou a 553,8 milhões de dólares em 2012.

Jornal Midiamax