Geral

Facebook passa a reproduzir vídeos publicitários automaticamente

O Facebook anunciou nesta terça-feira (17) que passará a reproduzir propagandas em vídeo automaticamente na linha do tempo de alguns de seus usuários, tanto nos aplicativos quanto na versão da rede social para computador. A função está em período de teste, mas deve ser implementada para todos os que estão no serviço. Os filmes publicitários […]

Arquivo Publicado em 17/12/2013, às 15h21

None
685575569.jpg

O Facebook anunciou nesta terça-feira (17) que passará a reproduzir propagandas em vídeo automaticamente na linha do tempo de alguns de seus usuários, tanto nos aplicativos quanto na versão da rede social para computador. A função está em período de teste, mas deve ser implementada para todos os que estão no serviço.


Os filmes publicitários serão executados sem áudio, a princípio (o usuário pode ativar o som de um vídeo quando desejá-lo). A reprodução é interrompida assim que o vídeo fica para trás assim que a página é rolada.


O download do conteúdo publicitário é feito de maneira antecipada nos dispositivos móveis (antes mesmo de o vídeo ser “alcançado” pela rolagem do chamado Feed de notícias, a página principal do Facebook), a menos que o aparelho não esteja conectado a uma rede wi-fi.


A primeira campanha a ter a execução automática por padrão será uma feita para a adaptação do cinema do romance “Divergente”, de Veronica Roth, que estreará em março de 2014 nos EUA (ainda não há data para o Brasil).


O Facebook não admite, por enquanto, que a função atingirá todos os seus usuários, mas comemora, no anúncio de hoje, que os testes realizados com a reprodução automática de vídeos compartilhados por contatos tenha aumentado em 10% a taxa de visualização e de engajamento (curtir e comentar) dos “espectadores”.


“É uma experiência [de uso] melhor para as pessoas e está levando a um maior engajamento”, escreveu a empresa no comunicado do anúncio, feito por meio da página de negócios e publicidade da rede social.


A medida é uma das maneiras por meio das quais a rede social tenta alavancar seu faturamento e solidificar a confiança dos investidores, já que seu valor de mercado flutuou drasticamente desde sua entrada na Bolsa, em maio de 2012.

Jornal Midiamax