Geral

Centro Cultural apresenta peça ‘Os Amadores’ neste domingo

O Programa Educativo do Centro Cultural José Octávio Guizzo, unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, apresenta neste domingo (30), às 17 horas, a peça “Os Amadores”, exercício teatral de encerramento da Sétima Oficina Teatral de Criação e Montagem, ministrada pelo diretor Leandro Faria. A classificação é livre a peça tem duração aproximada […]

Arquivo Publicado em 30/06/2013, às 10h51

None

O Programa Educativo do Centro Cultural José Octávio Guizzo, unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, apresenta neste domingo (30), às 17 horas, a peça “Os Amadores”, exercício teatral de encerramento da Sétima Oficina Teatral de Criação e Montagem, ministrada pelo diretor Leandro Faria.

A classificação é livre a peça tem duração aproximada de 90 minutos. O ingresso é 1 quilo de alimento não perecível que será revertido para instituições beneficentes da Capital.

O espetáculo, adaptado e dirigido por Leandro Faria, é inspirado na obra de Vinícius de Moraes. O exercício é composto por cenas curtas e todas falam sobre o amor em suas várias formas, como o amor de mãe, entre pessoas do mesmo sexo e o amor virtual, entre outros. As cenas serão apresentadas na parte externa (quintal) do Centro Cultural com trinta alunos que permanecem todo o tempo em cena.

“As poesias e os contos de Vinícius de Moraes são uma ótima fonte de inspiração para qualquer artista. A forma direta em que ele falou sobre amor nos atinge instantaneamente. Tentamos criar uma apresentação bem informal, para que a simplicidade da encenação ressalte a força dos textos. A intenção é fazer com que cada vez mais pessoas possam experimentar o gostinho de estarem em cena e que o teatro os ajude a se entenderem, entenderem o outro e suas diferenças”, explica Leandro Faria.

A Sétima Oficina Teatral de Criação e Montagem é ministrada gratuitamente desde março para pessoas a partir de 15 anos, sempre aos sábados, das 14 às 17 horas, no Centro Cultural José Octávio Guizzo.

Leandro Faria tem 35 anos, estudou interpretação na EAD-Eca-USP e direção teatral na Eca-USP, em São Paulo, de 1996 a 2003. Trabalhou com os principais diretores do teatro brasileiro, como Antonio Araújo, Regina Galdino, Marco Antonio Brás, Rubens Ruche e outros.

Como ator atuou na premiada montagem de O Rei Lear, ao lado de Raul Cortês; Gota D’Água, de Chico Buarque e Paulo Pontes; O Processo, de Franz Kafka; Senhora dos Afogados, de Nelson Rodrigues; Baile de Debutantes de José Vendramini; participou da novela A Pequena Travessa, no SBT. Foi diretor do grupo de teatro Six a Séc no espetáculo A Cantora Careca, de E. Ionesco, finalista do Prêmio Criação Teatral Volkswagen.

Há quatro anos em Campo Grande, atualmente ministra a Oficina Teatral de Criação e Montagem, no Centro Cultural José Octávio Guizzo, onde escreveu e dirigiu O Ensaio da Loucura, 20 e Poucos Heróis e O Santo Milagreiro. Montou também um dos textos clássicos de Shakespeare – Romeu e Julieta – e a peça Salve-se Quem Puder. Foi coordenador do projeto mensal Conta uma História, que visava incentivar a leitura entre pais e filhos. É fundador do grupo Teatro Dois, com o espetáculo Inocência e ator em diversos comerciais de TV.

Serviço

Outras informações podem ser obtidas no Centro Cultural José Octávio Guizzo, que fica localizado na rua 26 de Agosto, 453, entre a 14 de Julho e a Calógeras, ou pelo telefone 3317-1795.

Jornal Midiamax