Geral

Centenas de tailandeses vão às ruas contra o governo

Centenas de pessoas fizeram manifestações hoje (20) em Bangcoc, capital tailandesa, para pedir a demissão do governo e o adiamento das eleições de 2 de fevereiro. Um grande protesto foi convocado para o fim de semana. Grupos antigovernamentais retomaram nesta semana os protestos contra a primeira-ministra Yingluck Shinawatra que, depois de dissolver na semana passada […]

Arquivo Publicado em 20/12/2013, às 09h49

None

Centenas de pessoas fizeram manifestações hoje (20) em Bangcoc, capital tailandesa, para pedir a demissão do governo e o adiamento das eleições de 2 de fevereiro. Um grande protesto foi convocado para o fim de semana.


Grupos antigovernamentais retomaram nesta semana os protestos contra a primeira-ministra Yingluck Shinawatra que, depois de dissolver na semana passada o Parlamento, recusou-se a renunciar ao cargo até a formação de um novo Executivo.


O líder da oposição, Suthep Thaugsuban, liderou pelo segundo dia a manifestação, feita no centro de Bangcoc.


A polícia tailandesa reforçou a segurança em 27 embaixadas. Ontem, em frente à missão diplomática norte-americana na capital, manifestantes exigiram de Washington a retirada do apoio às eleições de fevereiro.


A oposição quer a formação de um “conselho popular” não eleito, que reforme o sistema político antes de haver eleições. O objetivo é acabar com a corrupção e erradicar o que considera tratar-se de um “regime de Thaksin”.


Thaksin Shinawatra, irmão de Yingluck, governou a Tailândia entre 2001 e 2006, quando foi deposto por um golpe militar e, desde 2008, vive exilado em Dubai, de onde a oposição tailandesa alega que continua a governar o país em benefício dos seus interesses.

Jornal Midiamax