Geral

Após reunião, Solurb dá 48 horas para prefeitura quitar os quatro meses de atraso

Paralisação dos trabalhadores às 18h30min é evitada com renegociação

Arquivo Publicado em 18/12/2013, às 21h03

None
1841674757.jpg

Paralisação dos trabalhadores às 18h30min é evitada com renegociação

Depois de encontrar Alcides Bernal (PP) no fim da tarde desta quarta-feira (18) a administração da Solurb resolveu cancelar a paralisação, e dar  prazo de dois dias para que a inadimplência seja regularizada. A concessionária responsável pela coleta de lixo em Campo Grande notificou no início do expediente os funcionários de que não poderia pagar o 13º salário em virtude de estar sem receber da prefeitura há quatro meses.

“Nossa categoria é muito querida pela população e gostaríamos de ter o mesmo respeito dos órgãos públicos. Foi um sentimento lamentável ter essa notícia hoje e aguardamos que a prefeitura resolva esta situação. Com chuva ou sol o trabalhador está em atividade para que a cidade fique limpa e não merece ficar sem receber”, desabafou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Asseio e Conservação (STEAC/MS),Wilson Gomes da Costa.

A Solurb neste ano já chegou a suspender a coleta por um dia, em razão de atrasos dos pagamentos, em setembro. A prefeitura na ocasião questionava o contrato com a empresa e buscou na Justiça a possibilidade de fazer  nova concorrência para a concessão. Entretanto pagou os débitos atrasados e o serviço foi retomado.

“A prefeitura não pode alegar que o contrato possui irregularidades para justificar a inadimplência. Da última vez questionou e no entanto pagou os atrasados. Pra mim é uma falta de preparo de quem foi eleito para o cargo e não um problema administrativo. Lamentável já que é um serviço básico”, rebate o oposicionista de Bernal, Elizeu Dionísio (SDD), sobre o impasse do Poder Público Municipal com a concessionária.

Jornal Midiamax