Geral

Após perder pênalti, Palmeiras vira sobre Figueirense e pula para 1º

O Palmeiras teve dificuldades, mas conseguiu um importante resultado fora de casa neste sábado ao vencer o Figueirense por 3 a 2 no Estádio Orlando Scarpelli. Com um jogador a mais e depois de Leandro perder um pênalti, o time alviverde buscou a virada em Santa Catarina aos 41min do segundo tempo com um gol […]

Arquivo Publicado em 20/07/2013, às 21h19

None

O Palmeiras teve dificuldades, mas conseguiu um importante resultado fora de casa neste sábado ao vencer o Figueirense por 3 a 2 no Estádio Orlando Scarpelli. Com um jogador a mais e depois de Leandro perder um pênalti, o time alviverde buscou a virada em Santa Catarina aos 41min do segundo tempo com um gol de Valdivia e atingiu a primeira posição da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com a vitória, a sétima em nove jogos, o Palmeiras alcança os 21 pontos e chega à primeira posição da Série B – a Chapecoense, que tem 20, teve seu jogo contra o América-MG cancelado por conta do mau tempo em Chapecó e ainda não sabe quando atuará pela nona rodada. Já o Figueirense, que pleiteava entrar no G4, segue com 16 pontos no quinto lugar.

O Palmeiras teve a chance de abrir o placar aos 18min, quando Valdivia, na pequena área, tirou do goleiro Volpi e foi derrubado por Willian Thiego. A arbitragem, sob protestos do Figueirense, sinalizou pênalti, mas Leandro cobrou mal e mandou para fora, ao lado do gol.

O vacilo de Leandro animou o Figueirense, que foi para cima e passou a pressionar o Palmeiras. Em uma saída errada de bola do time alviverde, Ricardo Bueno tocou para Rafael Costa, que, de fora da área, chutou rasteiro e venceu Fernando Prass para abrir o marcador aos 29min do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, Gilson Kleina deixou o Palmeiras mais ofensivo ao sacar o volante Charles para promover a estreia do atacante Alan Kardec. A mudança deu certo, e o empate não demorou para sair: aos 11min, a zaga catarinense se atrapalhou para afastar um escanteio cobrado por Leandro e Vinícius, da meia-lua, pegou de primeira para deixar tudo igual – a bola ainda desviou o zagueiro Vilson.

Com três atacantes e diante de um Figueirense que tentava trancar o meio de campo, o Palmeiras seguiu mais perigoso ofensivamente. Aos 29min, André Rocha derrubou Valdivia no lado direito do ataque alviverde e, no complemento da jogada, seu pé acertou a coxa do chileno depois de dar um chutão na bola. O camisa 10 caiu no gramado se contorcendo de dor, e o defensor alvinegro, que já tinha cartão amarelo, foi expulso de campo.

Na cobrança da falta, Wesley colocou na área e André Luiz acertou um belo cabeceio, sem chances para Volpi, virando o placar. No entanto, também após jogada de bola parada, o Figueirense voltou a empatar a partida aos 31min: Bruno Pires apareceu na área em cobrança de escanteio e Prass fez bela defesa à queima roupa, mas ofereceu rebote. Após chute cruzado, ex-palmeirense Ricardo Bueno, oportunista e sozinho na pequena área, só teve o trabalho de desviar para dentro.

Já nos últimos minutos do tempo regulamentar, o Palmeiras garantiu a virada com Valdivia, que fez seu primeiro gol depois de se recuperar de um longo período de contusões. Alan Kardec cabeceou na trave após bola alçada na área, e o camisa 10 chileno apareceu bem no rebote para empurrar para o fundo do gol e fechar o placar no Orlando Scarpelli.

As duas equipes voltam a campo no próximo sábado, pela décima rodada do campeonato. O Figueirense atua novamente no Estádio Orlando Scarpelli, às 21h (de Brasília), contra o São Caetano. Já o Palmeiras vai ao Ninho da Garça para encarar o Guaratinguetá, às 16h20.

Jornal Midiamax