Geral

Adalberto Siufi nega ligação com Dorsa e diz que Fantástico ‘editou tudo’

Depoente na CPI da Saúde da Câmara dos Vereadores, o médico Adalberto Siufi afirma que não possui conexão com o José Carlos Dorsa ex-diretor do Hospital Universitário (HU) de Campo Grande. O ex-diretor do Hospital do Câncer de Campo Grande relata inclusive surpresa com o envolvimento do seu nome com as investigações. “Só soube que […]

Arquivo Publicado em 17/07/2013, às 19h52

None

Depoente na CPI da Saúde da Câmara dos Vereadores, o médico Adalberto Siufi afirma que não possui conexão com o José Carlos Dorsa ex-diretor do Hospital Universitário (HU) de Campo Grande. O ex-diretor do Hospital do Câncer de Campo Grande relata inclusive surpresa com o envolvimento do seu nome com as investigações.

“Só soube que estava sendo investigado quando a PF foi na minha casa. Quando a Quimioterapia do HU foi fechada eu nem trabalhava mais lá. O Fantástico editou tudo. A Neorad nunca teve nenhum contrato com o hospital. Betina não foi contratada por mim e sim pela Diretoria e fez um trabalho maravilhoso”, declarou.

Apesar da estranheza do médico existem evidências que mostram um convênio do Hospital Universitário com o Hospital do Câncer de Campo Grande para o tratamento de pacientes em Quimioterapia. As escutas telefônicas da Polícia Federal indicam a participação de Betina Siufi na gestão do pai em questões como a administração irregular de medicamentos.

De acordo com a CGU (Corregedoria Geral da União) houve, no período em que Adalberto Siufi foi diretor do Hospital do Câncer, um repasse de R$ 11 milhões dos R$ 25 milhões da instituição em contratos de serviço.

Jornal Midiamax