Geral

Travesti é assassinado a mando de rival em Três Lagoas

Um travesti foi assassinado nesta terça-feira (17), por volta de 19h55 em um terreno baldio nos fundos de uma casa situada na rua Joaquim Murtinho, Jardim Angélica, em Três Lagoas. O travesti Wanderson de Jesus Pereira, de 26 anos, era conhecido como “Greice Kelly” e foi atingido com seis golpes de punhal. Segundo o boletim […]

Arquivo Publicado em 18/04/2012, às 14h27

None

Um travesti foi assassinado nesta terça-feira (17), por volta de 19h55 em um terreno baldio nos fundos de uma casa situada na rua Joaquim Murtinho, Jardim Angélica, em Três Lagoas. O travesti Wanderson de Jesus Pereira, de 26 anos, era conhecido como “Greice Kelly” e foi atingido com seis golpes de punhal.


Segundo o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, o assassinato foi praticado por Raphael Sampaio Nunes Claudino, de 20 anos, assistente de serviços gerais. Segundo a polícia, a morte foi encomendada pelo colega de profissão e rival da vítima, Marco Aurélio Rodrigues Barbosa, de 18 anos, conhecido como “Walesca”, que confessou estar sendo ameaçado pela ‘amiga’.


A PM apreendeu a arma ainda em poder do autor do crime, uma faca artesanal tipo punhal, enferrujada, com 20 cm de lâmina. A prisão dele ocorreu depois de um cerco policial com apoio de outras viaturas da Rotai. Com o autor foram encontrados vários pertences da vítima, incluindo o documento de uma motocicleta que estava estacionada próximo ao local do assassinato. Para a polícia, houve um latrocínio – homicídio seguido de roubo.


O assassino levou da vítima um Iphone, R$ 90, dois celulares, pulseira de bijuteria, gargantilha, anel, carteira de bolsa e documento de uma motocicleta. Ele tentou fugir em uma motocicleta, de cor vermelha CBX 200, Strada, de placas HSB-1453, com documentos em nome de uma terceira pessoa. Outra motocicleta, Twister Honda CBX, de placas HSP-7041, de cor vermelha CBX, Twister Honda, ano 2006, de Wanderson de Jesus Pereira e dois capacetes, estavam às margens da via.


Uma testemunha ouviu gritos e pensou que se tratava de estupro, disse ter visto o assassino em fuga, informou que uma terceira pessoa com roupa feminina esteve no local. Com as informações, a polícia acabou prendendo o travesti Marco Aurélio Rodrigues, de 18 anos, conhecido como Walesca, na casa da mãe. Ao ser preso, ele confessou ter encomendado a morte de Greice. Walesca teria relacionamento com Raphael. Os dois foram presos em flagrante e devem responder por homicídio triplamente qualificado seguido de morte.

Jornal Midiamax