Geral

Senar inicia seminários de Agricultura de Precisão

Balsas, no Maranhão, é o primeiro municípioa receber os especialistas no assunto

Arquivo Publicado em 29/08/2012, às 15h07

None

Balsas, no Maranhão, é o primeiro municípioa receber os especialistas no assunto

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural –SENAR realiza no dia 10 de setembro o primeiro dos dez seminários sobreAgricultura de Precisão que atenderá produtores ruraisdos estados de Tocantins, Maranhão, Piauí, Mato Grosso, Minas Gerais, MatoGrosso do Sul, Goiás, Bahia, Rio Grande do Sul e Paraná. Os produtores domunicípio de Balsas, no Maranhão, serão os primeiros a receber palestras deespecialistas sobre o tema.


Em Mato Grosso do Sul a primeira cidade areceber os seminários será o município de Maracaju, no dia 17 de setembro. Parao superintendente do Senar/MS, Clodoaldo Martins, as tecnologias da Agriculturade Precisão auxiliam o produtor rural no monitoramento e na gestão dapropriedade, gerando resultados positivos. Os palestrantes, Ricardo Inamassu,pesquisador da Embrapa, e os professores José Molin da ESALQ/USP, e TelmoAmado, da Universidade Federal de Santa Maria, abordarão os temas: baseconceitual de agricultura de precisão, situação atual e tendências futuras emanejo de lavouras para alto rendimento.


A agricultura de precisão é um sistema degerenciamento agrícola que traz vantagens para o produtor rural. As tecnologiasde AP detectam, monitoram e orientam homens e mulheres do campo na gestão dapropriedade, para melhorar a produtividade, a preservação do meio ambiente e arenda. Além das palestras, o seminário contará com uma mesa redonda com osespecialistas e um caso de sucesso local de uso da agricultura de precisão.


“Com osseminários vamos mostrar aos produtoresrurais que a Agricultura de Precisão influencia diretamente a gestão daspropriedades. Convidamos especialistasno assunto para que os participantes tenham a oportunidade de conhecer as diversas linhastecnológicas de trabalho e de entender o conceito deAP”, explica o gestor de projetos em Agricultura de Precisão do SENAR, VictorFerreira.


Os especialistas


O pesquisador RicardoInamassu vai abrir os 10 seminários com uma palestra sobre sobre os conceitos básicos de agricultura de precisão.Inamassu é pesquisador da Embrapa Instrumentação e professor colaborador daEscola de Engenharia de São Carlos, vinculada à Universidade de São Paulo(USP).


Graduado emEngenharia Agrícola, o professor José Molin vai falas sobre a situação atual e astendências futuras da Agricultura de Precisão. Molin é professor associado doDepartamento de Engenharia de Biossistemas – Área de Mecânica e MáquinasAgrícolas da ESALQ/USP.


Fechando aparticipação dos especialistas nos seminários, o professor adjunto daUniversidade Federal de Santa Maria (UFSM), Telmo Amado, fará palestra sobre Manejode Lavouras para alto rendimento, a experiência de produtores. Ele é agrônomo,com experiência em manejo e conservação de solo.


Os Seminários


O SENAR realizará um seminário em cada umdos 10 estados selecionados entre os meses de setembro e novembro, três porsemana, atendendo entre 300 e 500 produtores rurais por evento.


Após Balsas, a entidade promove o evento emBom Jesus (PI) no dia 12, em Maracaju (MS) no dia 17 e em Campo Verde (MT), nodia 22 de setembro. Os municípios de Luiz Eduardo Magalhães (BA), Cascavel (PR)e Não me Toque (RS) recebem o seminário no mês de outubro.


Curso – O SENAR também criou o curso deAgricultura de Precisão para capacitar os produtores rurais e operadores demáquinas em tecnologias de precisão. No Rio Grande do Sul e Bahia asadministrações regionais iniciaram a capacitação e a expectativa é que ainda nosegundo semestre deste ano as demais regionais iniciem o curso.


Com carga horária de 120 horas o curso deAP é aplicado em módulos, divididos em sete assuntos, entre eles, Agriculturade Precisão para todos, com 16 horas/aula.

Jornal Midiamax