Geral

Secretário da Fifa pede desculpas ao Brasil por declarações polêmicas

O secretário-geral da Fifa, o francês Jerôme Valcke, enviou um pedido de desculpas formal ao Brasil, após ter usado palavras fortes na sexta-feira para criticar o atraso das obras da Copa do Mundo de 2014, informou nesta segunda-feira o Ministério dos Esportes em comunidado. “Gostaria de pedir desculpas ao Sr. (o Ministro dos Esportes Aldo […]

Arquivo Publicado em 05/03/2012, às 22h56

None

O secretário-geral da Fifa, o francês Jerôme Valcke, enviou um pedido de desculpas formal ao Brasil, após ter usado palavras fortes na sexta-feira para criticar o atraso das obras da Copa do Mundo de 2014, informou nesta segunda-feira o Ministério dos Esportes em comunidado.


“Gostaria de pedir desculpas ao Sr. (o Ministro dos Esportes Aldo Rebelo, a quem foi enviada a carta), e também a qualquer pessoa que tenha se sentido ofendida com as minhas palavras (…). Gostaria de reiterar, como eu fiz em muitas ocasiões, que o Brasil é e sempre será a única opção para sediar a Copa de Mundo de 2014”, afirmou Valcke.


O secretário-geral da Fifa alegou que suas declarações foram mal interpretadas.


“Lamento profundamente que a interpretação incorreta das minhas palavras tenha causado tanta preocupação. Em francês, ‘se donner un coup de pied aux fesses’ (literalmente ‘se dar um pontapé no traseiro’) significa apenas ‘acelerar o ritmo’ e, infelizmente, esta expressão foi traduzida para o português usando palavras muito mais fortes”, justificou.


Este pedido de desculpas chegou logo depois da Fifa ter recebido uma carta do ministro Aldo Rebelo solicitanto oficialmente que Valcke não seja mais o interlocutor da entidade com o governo brasileiro.


No sábado, secretário-geral tinha considerado as reações às suas críticas de “infantis”, mantendo sua intenção de viajar ao país no dia 12 de março, para fiscalizar o avanço das obras dos estádios que receberão partidas da Copa das Confederações.

Jornal Midiamax