Geral

Ronaldo sorteia chaves das Olimpíadfas e vê “grande chance” de ouro para o Brasil

O ex-jogador Ronaldo, membro do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014, participou do sorteio das chaves do torneio de futebol dos Jogos Olímpicos de Londres-2012. Além de apostar no inédito título, o Fenômeno revelou uma conversa com Jerôme Valcke, secretário-geral da Fifa, durante o evento realizado nesta terça-feira. “Tanto no masculino quanto no […]

Arquivo Publicado em 24/04/2012, às 13h33

None

O ex-jogador Ronaldo, membro do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014, participou do sorteio das chaves do torneio de futebol dos Jogos Olímpicos de Londres-2012. Além de apostar no inédito título, o Fenômeno revelou uma conversa com Jerôme Valcke, secretário-geral da Fifa, durante o evento realizado nesta terça-feira.


“Tanto no masculino quanto no feminino temos grande chance passar em primeiro”, apostou Ronaldo em entrevista ao Sportv. Enquanto os homens enfrentam Egito, Bielorrússia e Nova Zelândia na primeira fase, as mulheres encaram Grã-Bretanha, Nova Zelândia e Camarões.


“É só manter o tradicional jeito brasileiro de jogar, principalmente no masculino, com jogadores de grande talento, como Neymar [cliente da 9ine] e Ganso. Temos grande chance de quebrar esse tabu de não ter conquistado a medalha de ouro”, declarou Ronaldo.


Sob o comando de Mario Jorge Lobo Zagallo, ele disputou a edição de 1996 dos Jogos Olímpicos, realizada em Atlanta-EUA. Depois de uma derrota inesperada diante da Nigéria na semifinal, a Seleção Brasileira terminou com a medalha de bronze nos Estados Unidos.


O integrante do COL ainda aproveitou o encontro na Inglaterra para conversar com Jerôme Valcke, homem forte da Fifa nos assuntos relacionados à Copa do Mundo e mal-quisto pelas autoridades brasileiras depois de dizer que o País precisava receber “chute no traseiro” para avançar nos preparativos para o torneio.


“Falamos alguns detalhes, relembramos alguns outros. Teremos em breve uma nova reunião com todo o pessoal do Comitê, os representantes do governo e da Fifa. Foi legal reencontrá-lo. Estamos todos empolgados em fazer realmente a melhor Copa de todos os tempos”, afirmou Ronaldo.


José Maria Marin, presidente da CBF e do COL, também acompanhou o sorteio olímpico e falou sobre o Mundial. “O Brasil vai demonstrar ao mundo inteiro que temos capacidade não só de construir estádios, mas de realizar uma grande Copa. Não tenho a menor dúvida quanto a isso”, declarou.

Jornal Midiamax