Geral

Raupp defende reprodução de aliança com o PT, mas não abre mão de candidatura própria em MS

O presidente nacional do PMDB está em Campo Grande para o 3º Congresso Estadual da legenda. O evento terá palestras para que os candidatos não cometam infrações a lei eleitoral

Arquivo Publicado em 28/04/2012, às 13h06

None

O presidente nacional do PMDB está em Campo Grande para o 3º Congresso Estadual da legenda. O evento terá palestras para que os candidatos não cometam infrações a lei eleitoral

O presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp, já está na câmara de vereadores de Campo Grande a espera do governador André Puccinelli e do prefeito Nelson Trad Filho, para o evento “O PMDB e as administrações municipais”, que acontece neste sábado (28).


Raupp defende a reprodução da aliança nacional entre o PT e o PMDB para 2014, mas não abre mão de candidatura própria para a sucessão do governador André Puccinelli. “Hoje nós temos um vice-presidente da República, então acho natural o PMDB de Mato Grosso do Sul apoiar a Dilma”, enfocou. “Mas não podemos deixar de lançar candidatura ao governo”, emendou.


Para o senador e presidente nacional do PMDB, as lideranças devem conversar para chegar em um comum acordo. “Nunca se deixa porta fechada em política, por isso a necessidade desta conversa”, filosofou.


Valdir Raupp informou que nos próximos dias se reunirá com o presidente nacional do PT, Rui Falcão, para analisar o mapa das eleições municipais. O plano é aproximar os partidos nos municípios para acabar com divergências pontuais e reforçar a aliança nacional.


Sobre a aliança PT e PMDB em Mato Grosso do Sul, Raupp destacou que o governador André Puccinelli nunca procurou ninguém para discutir o assunto.

Jornal Midiamax