Geral

Programa oferece assistência técnica a produtores do MS

A necessidade de assistência técnica é apontada insistentemente pelos produtores rurais, principalmente aqueles com propriedades de pequeno porte. O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso do Sul – SENAR/MS percebeu essa necessidade e criou o programa “Mais Inovação”, que pretende levar assistência técnica rural para os produtores rurais. O programa piloto já está […]

Arquivo Publicado em 15/10/2012, às 17h01

None

A necessidade de assistência técnica é apontada insistentemente pelos produtores rurais, principalmente aqueles com propriedades de pequeno porte. O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso do Sul – SENAR/MS percebeu essa necessidade e criou o programa “Mais Inovação”, que pretende levar assistência técnica rural para os produtores rurais.



O programa piloto já está em andamento em 31 propriedades rurais dos municípios de Inocência e Aparecida do Taboado. O objetivo é até 2013 atender um total de 210 propriedades em todo o estado.O Mais Inovação busca desenvolver consultorias para fazer um levantamento de cada área de produção de uma propriedade, para diagnosticar possíveis brecha no sistema de produção. Dessa forma, o consultor pode sugerir, por meio de um plano de negócios, alternativas para investir na sua região e transformar a propriedade em um negócio rentável.



“De forma simples, o projeto foi feito para suprir essa carência que o setor tem em assistência técnica, ajudando o produtor rural a visualizar a sua propriedade como uma empresa e assim aprender a gerir de forma aumentar a sua produção e gerar lucro”, explica o presidente da Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural (Funar), Ademar Silva Jr.



De acordo com a consultora e agrônoma responsável pelo projeto, Daniele Coelho Marques, a maior parte das áreas que sofre reforma são as áreas de pastagem. “Durante o diagnóstico são coletadas amostras de solo que vão para análise e junto com o levantamento da propriedade trabalhamos com alternativas como renovação de pastagem e até integração silvipastoril, de acordo com a necessidade do produtor.”, afirma a agrônoma.



O Programa Mais Inovação prevê o acompanhamento das propriedades inscritas por 12 meses. Dentro desse prazo são oferecidas palestras, estudos estratégicos, consultorias e acompanhamento de resultados. Os produtores interessados devem entrar em contato como Senar/MS. Para outras informações acesse www.senarms.org.br.


Jornal Midiamax