Geral

Petrobras continuará investindo na Argentina

A presidenta da Petrobras, Maria das Graças Silva Foster, disse hoje (25) que a estatal pretende continuar investindo na Argentina, apesar da iniciativa portenha de expropriar 51% das ações da empresa petrolífera YPF, administrada pela espanhola Repsol.  “Chamamos a atenção para o fato de que a Petrobras quer continuar investindo na Argentina”, disse Foster durante […]

Arquivo Publicado em 25/04/2012, às 16h13

None

A presidenta da Petrobras, Maria das Graças Silva Foster, disse hoje (25) que a estatal pretende continuar investindo na Argentina, apesar da iniciativa portenha de expropriar 51% das ações da empresa petrolífera YPF, administrada pela espanhola Repsol.


 “Chamamos a atenção para o fato de que a Petrobras quer continuar investindo na Argentina”, disse Foster durante audiência pública na Câmara dos Deputados.Ela, no entanto, não quis tecer comentários “sobre o modelo tomado” pelos argentinos. Foster disse que a estatal brasileira “é apenas uma operadora” naquele país.


Apesar de não citar nominalmente a Argentina, a presidenta das Petrobras aproveitou a oportunidade para tranquilizar eventuais investidores preocupados de que o Brasil siga o exemplo de outras nações latino-americanas, como a própria Argentina, Venezuela, Bolívia e Equador que estatizaram empresas do setor petrolífero.


 “Não rasgaremos contratos, como acontece em outros países. É seguro investir em petróleo e energia no Brasil”, garantiu. Graça Foster reafirmou, ainda, que a instabilidade internacional não deverá prejudicar investimentos da Petrobras.


De acordo com a presidenta da estatal petrolífera, a previsão de investimentos da empresa será o maior da história e deve chegar a R$ 88 bilhões em 2012. O cálculo apresentado leva em consideração que o preço médio do barril de petróleo não ultrapasse US$ 130 em 2012.

Jornal Midiamax