Geral

Pacientes de fisioterapia recebem cadeiras de rodas em Ponta Porã

A Prefeitura de Ponta Porã, através do Centro Regional de Especialidades Dr. João Kayatt, mantido pela Secretaria Municipal de Saúde, está promovendo a entrega de cadeiras de rodas especiais para os pacientes atendidos pela equipe de fisioterapia. Nesta semana foram entregues 16 cadeiras, de um lote de 60, providenciadas pela equipe de fisioterapia do Centro […]

Arquivo Publicado em 05/09/2012, às 12h40

None
656398672.JPG

A Prefeitura de Ponta Porã, através do Centro Regional de Especialidades Dr. João Kayatt, mantido pela Secretaria Municipal de Saúde, está promovendo a entrega de cadeiras de rodas especiais para os pacientes atendidos pela equipe de fisioterapia.


Nesta semana foram entregues 16 cadeiras, de um lote de 60, providenciadas pela equipe de fisioterapia do Centro Regional de Especialidades.


A equipe de profissionais que trabalham na fisioterapia é formada por Edgar Soto dos Santos, Karin Van Aragon Reichardt e Marcelo de Souza Alves. “As cadeiras foram fabricadas sob medida, ou seja, cada paciente atendido aqui está recebendo uma cadeira de rodas com características especificas, para promover comodidade, conforto e praticidade”, explicaram os fisioterapeutas. “É uma medida de respeito ao paciente. Até a cor da cadeira é escolhida por ele”.


A equipe de fisioterapia atende diariamente cerca de 60 pacientes. Além de cadeiras de rodas, os profissionais também repassam outros equipamentos e materiais como órteses e próteses. Tudo sob medida para proporcionar aos pacientes.


A entrega das cadeiras fabricadas sob medida para cada paciente faz parte de um trabalho sério e feito com muito amor pela equipe que atua no Centro Regional de Especialidades Dr. João Kayatt.


A diretora do CRE, Dra. Patrícia Caetano, informou que a equipe de fisioterapia passou por uma capacitação especial para poder fazer este trabalho: “eles fizeram um curso em Campo Grande para aprender a fazer a medição corretamente. Se isso não é feito com precisão, o equipamento chega com imperfeições que acabam prejudicando os pacientes”, ressaltou.

Jornal Midiamax