Geral

No Iraque, 17 pessoas morrem e mais de 100 ficam feridas em atentados com carros-bomba

Uma série de atentados em várias cidades do Iraque provocou ontem (22) 17 mortes e deixou mais de 100 feridos. Em todos os casos, houve uso de carros-bomba. Ontem o Iraque registrou o dia com mais mortes em atentados desde o último dia 3, quando 39 pessoas morreram. No mês passado, o país registrou aumento […]

Arquivo Publicado em 23/07/2012, às 10h18

None

Uma série de atentados em várias cidades do Iraque provocou ontem (22) 17 mortes e deixou mais de 100 feridos. Em todos os casos, houve uso de carros-bomba. Ontem o Iraque registrou o dia com mais mortes em atentados desde o último dia 3, quando 39 pessoas morreram. No mês passado, o país registrou aumento da violência em todas as cidades.


O ataque mais violento ontem foi em Mahmudiyah, a 30 quilômetros de Bagdá. No local, dois carros explodiram matando dez pessoas e ferindo 36. A maioria dos atentados ocorreu antes da refeição com que os muçulmanos quebram o jejum do mês sagrado do Ramadã.


Em Madain, no Sudoeste do país, seis pessoas morreram e 13 ficaram feridas em consequência da explosão de bombas colocadas nas ruas da cidade. Em Mosul, no Norte do país, um policial morreu e 15 ficaram feridos quando um carro-bomba explodiu perto do quartel-general da Polícia.


Em Ramadi, na região de Anbar, predominantemente sunita, nove pessoas ficaram feridas ao serem atingidas por carros-bomba em diferentes pontos da cidade. Em Najaf, no Centro do Iraque, um carro-bomba explodiu próximo a um restaurante ferindo 23 pessoas.

Jornal Midiamax