Geral

Nelsinho lança investimento de R$ 636 milhões e garante rede de esgoto para 100% da Capital

Com isso, Campo Grande passa a ser a primeira cidade com atendimento se esgoto universalizado. Nesta terceira etapa do projeto, 418 bairros serão atendidos e cerca de 240 mil pessoas passarão a se beneficiar.

Arquivo Publicado em 28/04/2012, às 02h56

None

Com isso, Campo Grande passa a ser a primeira cidade com atendimento se esgoto universalizado. Nesta terceira etapa do projeto, 418 bairros serão atendidos e cerca de 240 mil pessoas passarão a se beneficiar.

Campo Grande será a primeira capital do Brasil a universalizar o acesso à coleta e tratamento de esgoto. O prefeito lança neste sábado (28), numa solenidade no Parque Linear Imbirussu/Serradinho, no Jardim Aeroporto, a terceira etapa do Programa Sanear Morena que prevê  investimento de R$ 636 milhões  para garantir a expansão da coleta e tratamento de esgoto para 100% da população.


Nesta etapa, que termina em 2024, a Águas Guariroba terá de implantar  2.200 quilômetros de rede; 45 km  de interceptadores; duas estações de tratamento de esgoto (nas regiões do Imbirussu e do Nova Lima), além de ampliação das atuais estações  (Los Angeles e  Sayonara). A previsão é que sejam atendidas 240 mil moradores em 418 bairros, com 123 mil ligações domiciliares.

O prefeito  lembra que 1998, quando o município assumiu o controle do serviço de água e esgoto (operado em regime de concessão onerosa), só 18% da população eram atendidos por esgoto. Hoje, este  índice de cobertura atingiu 64% e no ano que vem, chegará a 70%. Foram executadas 1.600 quilômetros de rede esgoto e construídas duas estações de tratamento (Los Angeles e Sayonara).

“O  saneamento básico é o melhor investimento em saúde que se pode fazer. Os dados da Organização da Mundial de Saúde mostram que para R$ 1,00 que se investe em saneamento, há economia de R$ 4,00 nos gastos com saúde”, argumenta o prefeito. Há também, lembra Trad Filho, o legado ambiental  proporcionado pela  coleta e o tratamento do esgoto. ”Você deixa de poluir os cursos d’água, que são mananciais superficiais de abastecimento e evita contaminar o lençol freático, porque as pessoas deixam de perfurar fossas”.

Mesmo com a Prefeitura cobrando da concessionária incremento de quase 150% nos investimentos, o usuário não será onerado com aumento da tarifa, além da revisão anual com base no IPCA.


Outra mudança no contrato que, segundo o diretor da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados, Marcelo Amaral, favorável ao usuário do serviço, é que a partir da assinatura do novo aditivo, além de ser obrigada a cumprir metas, a Águas Guariroba terá de manter os investimentos conforme o crescimento da cidade.


Os números do Sanear Morena I e II


Entre os anos de 2006 e 2008, na primeira fase do Sanear Morena foram implantados 712 km de rede coletora de esgoto, 43 km de interceptores, 12 km de linhas de recalque e emissários, 57.550 ligações domiciliares, 8 novas estações elevatórias (bombeamento) e ampliação de 5 estações elevatórias , além de uma estação de tratamento de esgoto com capacidade para tratar 720 litros por segundo – a ETE Los Angeles. O Programa beneficiou cerca de 280 mil pessoas de 172 bairros.


Em 2010, a Águas Guariroba lançou o programa Sanear Morena 2, levando o serviço de esgoto para a região do Imbirussu. Ainda em andamento, o programa está investindo na região R$ 57 milhões para implantar 139 Km de rede coletora de esgoto, 13.066 ligações domiciliares, 13,3 km de interceptores, 180 metros de linha de recalque, 1 estação elevatória e 1 estação de tratamento de esgoto, com vazão de 120  litros por segundo. As obras vão atender 33 bairros e beneficiar mais de 42 mil pessoas. Com a conclusão dessas obras, o serviço de esgoto estará disponível para 70% da população de Campo Grande. As obras deverão estar concluídas em 2013.


Terceira etapa

O investimento previsto no projeto é de R$ 638 milhões, com a implantação de 2 mil km de rede de esgoto e 123 mil ligações domiciliares. Será realizada a construção de uma Estação Tratamento de Esgoto e ampliação das duas existentes. Ao todo, cerca de 240 mil pessoas em 418 bairros serão beneficiadas.

Jornal Midiamax