Geral

Nando Reis e Black Tie são as atrações do MS Canta Brasil

Nesse domingo, 29, a segunda edição do MS Canta Brasil de 2012. As composições autorais com pegadas de soul e blues da requintada banda sul-mato-grossense Black Tie e as melodias e poesias marcantes de Nando Reis são as atrações no palco do Parque das Nações Indígenas. O projeto MS Canta Brasil tem mobilizado público maciço […]

Arquivo Publicado em 28/07/2012, às 21h06

None

Nesse domingo, 29, a segunda edição do MS Canta Brasil de 2012. As composições autorais com pegadas de soul e blues da requintada banda sul-mato-grossense Black Tie e as melodias e poesias marcantes de Nando Reis são as atrações no palco do Parque das Nações Indígenas.

O projeto MS Canta Brasil tem mobilizado público maciço desde 2007 e prestigia a Música Popular Brasileira e os talentos locais. Começa a partir das 17h30 e a entrada, como sempre, é franca.

Black Tie

Formada por Erika Espíndola, Carlos Henrique Oliveira, Julio César, Leonardo Reis, Bruno Giglio, Yan Pinheiro e Geziel Lopes, a banda Black Tie tem um objetivo: colocar o público para dançar ao som do melhor do soul, do black e funk dos anos 70, além de apresentar músicas próprias.

O projeto da nova banda surgiu quando a vocalista Erika ainda cantava na banda de blues Mr. Willie. “Procuramos homenagear trabalhos de cantoras como Etta James, Aretha Franklin, Joss Stone entre outras que marcam esses estilos. É um som refinado e que, com certeza, fará as pessoas dançarem muito”.

Envolvida com música desde a infância, Erika morou no exterior por três anos. Foi nos Estados Unidos que seu contato com o blues e o jazz foram mais intensos. Frequentadora assídua dos pubs de Seattle, fez participações em um dos cassinos da região, onde havia um karaokê com banda ao vivo.

Ao retornar para o Brasil, o líder da Mr. Willie assistiu ao vídeo e a convidou para fazer uma participação em sua banda. Deu certo e Erika Espíndola assumiu os vocais por 5 meses, quando saiu da banda e deu início à Black Tie.

Nando Reis

Desde pequeno Nando Reis adorava tocar violão e compor músicas. O ex-baixista do grupo Titãs, mesmo como integrante da banda paulista, já mantinha uma carreira solo onde expunha seu lado de compositor e intérprete. Entrou nos Titãs desde seu surgimento (1982), sendo autor de muitas músicas de sucesso como: “Os Cegos do Castelo”, “Pra Dizer Adeus” (com Tony Belloto), “Bichos Escrotos” (com Arnaldo Antunes e Sérgio Britto), “Marvin” (parceria com Sérgio Britto) e “Querem Meu Sangue”.

Jornal Midiamax