Geral

Mais de cem tanques apreendidos com milícia pró-Kadhafi na Líbia

O Ministério líbio do Interior informou nesta quinta-feira que havia apreendido mais de cem tanques de um grupo de partidários do antigo regime de Muamar Kadhafi que se faziam passar por revolucionários na região de Tarhuna, no oeste do país. “Mais de cem tanques e 26 lança-mísseis foram apreendidos” em um quartel do Suk al-Ahad, […]

Arquivo Publicado em 23/08/2012, às 19h02

None

O Ministério líbio do Interior informou nesta quinta-feira que havia apreendido mais de cem tanques de um grupo de partidários do antigo regime de Muamar Kadhafi que se faziam passar por revolucionários na região de Tarhuna, no oeste do país.

“Mais de cem tanques e 26 lança-mísseis foram apreendidos” em um quartel do Suk al-Ahad, próximo de Tarhuna, onde essa milícia tinha a sua base, segundo o porta-voz da Alta Comissão de Segurança, submetida ao Ministério do Interior. Ele indicou que a investigação sobre o duplo atentado com carro-bomba, que deixou dois mortos e quatro feridos no domingo em Trípoli, levou à milícia, conhecida como “Katiba al-Awfiya” (Brigada dos fiéis), que se autodenominava internamente

“Brigada do Mártir Muamar Kadhafi”, ex-líder líbio morto em outubro passado, acrescentou o porta-voz. “Nós acreditávamos que eles defendiam a Líbia e a revolução, mas constatamos o contrário”, disse, acrescentando que o chefe da milícia, Khaled Ibrahim Krid, havia sido preso na quarta-feira durante uma operação contra esse grupo que terminou com um morto e oito feridos entre as forças de segurança.

Jornal Midiamax