Geral

Lu Tanno lança livro ‘Nonsenses e Instruções para o amor e para a morte’

O Espaço Cultural da TV Brasil Pantanal recebe nesta terça-feira (4) o lançamento do livro Nonsenses e Instruções para o amor e para a morte, da escritora Lu Tanno, e que conta com ilustrações da artista plástica Antonia Haneman. O evento acontece às 20h e é aberto ao público. Em seu livro de estreia, a […]

Arquivo Publicado em 04/09/2012, às 14h29

None
1263377148.jpg

O Espaço Cultural da TV Brasil Pantanal recebe nesta terça-feira (4) o lançamento do livro Nonsenses e Instruções para o amor e para a morte, da escritora Lu Tanno, e que conta com ilustrações da artista plástica Antonia Haneman. O evento acontece às 20h e é aberto ao público.


Em seu livro de estreia, a autora transgride convenções sociais e morais para viver um profundo amor proibido em meio a questionamentos ideológicos, familiares e culturais. São pequenas ficções, quase crônicas, escritas de forma fragmentada em dois momentos, segundo as instruções do editor no sumário – a primeira parte do livro, Instruções para o amor e para a morte, é uma tentativa de compreensão e explicação da vida, do amor e da morte, já Nonsenses, a segunda parte do livro, é um convite a chorar um amor perdido.


“Frequentemente acho que só a ficção me basta”. Em seu dilema se a vida imita a arte ou a arte imita a vida, a escritora Lu Tanno desafia os tênues limites entre a literatura e os relatos biográficos em um texto profundamente tocante, sensível e romântico, mas paradoxalmente amoral, agressivo e sensual.


Sobre o livro, a escritora Raquel Naveira afirma: “Bebi doses fortes de ‘Nonsenses’, de absurdos líricos, gotas de amargura e erotismo, lendo esses fragmentos de Luciene Tanno Kodama. Pelo título francês e pela temática da solidão e do vazio do universo, a prosa poética de Luciene lembrou-me a escola existencialista de Jean-Paul Sartre, que vê a solidão como essência do ser humano. Talvez esteja a um passo da solitude, sua eterna companhia.”


Já a autora acredita que é de certa forma uma impostora, pois “rememorar é reescrever a realidade, abrir espaço para ficção”. “Este recorte é uma leitura possível dos meus textos, cujo gênero, a meu ver, passeia entre a crônica, o conto, com solilóquios e algum fluxo do inconsciente, para desaguar em pequenas ficções, fronteiras híbridas, líquidas entre o real e recordações inventadas”, define Lu Tanno.


Embora apresente fortes doses de erotismo, a escritora afirma que o elemento erótico é apenas efeito estético da paixão e da literatura. “… A função da literatura é questionar valores, ética e estética, causar estranhamento”, diz.


Resultado de mais de 15 anos de escrita, o livro Nonsenses e Instruções para o amor e para a morte tem ilustrações da artista plástica Antonia Hanneman, em uma proposta de não serem referenciais ao texto. São dois caminhos e leituras possíveis, a ilustrações não explicam os textos, são novos textos que dialogam em sua solidão, amargura, amor, desespero, erotismo e poesia. O projeto gráfico da diretora de arte Wilmara Rios busca integrar esses textos escritos e ilustrados de modo a valorizar o prazer tátil e estético da leitura.


O livro Nonsenses e Instruções para o amor e para a morte foi escrito com investimento do Fundo Municipal de Incentivo à Cultura (Fmic), por intermédio da Fundação Municipal de Cultura de Campo Grande (Fundac). O lançamento será no dia 4 de setembro (terça-feira), às 20h, no Espaço Cultural TV Brasil Pantanal, território dedicado às artes no estado. No evento, ocorrerá sorteio de ilustrações do livro, desenhadas pela artista plástica Antonia Hanemann. A entrada é gratuita.


A TV Brasil Pantanal está localizada na Av. Desembargador Leão Neto do Carmo, S/N, Parque dos Poderes. Com o lançamento deste livro, a TV Brasil Pantanal marca abertura de espaço para obras literárias e novas poéticas.

Jornal Midiamax