Geral

Júri de acusado pela morte de tatuador será dia 11 de setembro

O juiz que atua na 1ª Vara do Tribunal do Júri, Alexandre Ito, remarcou o julgamento de Miguel Bacargi Filho, acusado de ser o mandante pela morte do tatuador Luciano Estevão dos Santos, ocorrida no dia 25 de março de 2008, para o dia 11 de setembro de 2012, às 8 horas. Trata-se do dia […]

Arquivo Publicado em 23/08/2012, às 19h10

None

O juiz que atua na 1ª Vara do Tribunal do Júri, Alexandre Ito, remarcou o julgamento de Miguel Bacargi Filho, acusado de ser o mandante pela morte do tatuador Luciano Estevão dos Santos, ocorrida no dia 25 de março de 2008, para o dia 11 de setembro de 2012, às 8 horas. Trata-se do dia disponível mais próximo após o pedido de adiamento do júri que seria realizado hoje, dia 23 de agosto.
O júri foi adiado a pedido do advogado de defesa do réu em razão de problemas de saúde. Em julho, ele também havia pedido o adiamento pelo mesmo motivo. Alexandre Ito acatou o novo pedido de adiamento, diante da apresentação de atestado médico.
No entanto, como esta foi a segunda vez que o advogado pediu o adiamento em razão de seu problema de saúde, o magistrado determinou que o réu mantenha dois procuradores ou mais para atuarem em sua defesa, pois não admitirá novo adiamento pelo mesmo motivo.
Caso ocorra novo pedido de adiamento por impossibilidade da defesa, o juiz advertiu que poderá ser decretada a prisão preventiva do réu.
O caso – Consta na denúncia que, por volta das 18 horas, uma terceira pessoa, a mando do réu, se dirigiu até o estúdio de confecções de tatuagens da vítima, localizado na rua Pedro Celestino, no centro de Campo Grande, e atirou na vítima causando-lhe a morte. O crime teria ocorrido a mando de Bacargi.

Jornal Midiamax