Geral

Homem acorda na rodoviária, após ser dopado para bandidos levarem sua caminhonete

Homem acorda na rodoviária, após ser dopado para bandidos levarem sua caminhonete

Arquivo Publicado em 26/10/2012, às 16h44

None

Homem acorda na rodoviária, após ser dopado para bandidos levarem sua caminhonete

A viagem de um homem de 44 anos foi interrompida pela ação de bandidos, que o sequestraram por algumas horas, levando a sua caminhonete Hillux. Em depoimento a polícia, I.P.Z. conta que foi obrigado a beber um líquido, que ele acreditara ser um copo de água, mas que o fez dormir e com isso ele só foi acordar na madrugada desta sexta-feira (26), na rodoviária de Campo Grande.


A vítima partiu de Marechal Candido Rondon (PR) e tinha como destino a cidade de Juára (MT). Ontem (25), por volta das 12h, ele adentrou em uma estrada vicinal de Novo Horizonte do Sul, cidade distante a 329 quilômetros da Capital.


Ao trafegar dois quilômetros, I. foi abordado por quatro homens armados, que estavam em um veículo Fiat Uno branco. Eles disseram na ocasião que ‘era um assalto e que queriam a caminhonete’, uma Toyota Hillux de placa MUK 6607.


Sem reagir, a vítima foi para o Fiat Uno e um assaltante moreno passou a conduzir a caminhonete. No carro, a vítima disse que os bandidos afirmavam estar na ‘mira’ de sua família e que qualquer desobediência culminaria na morte de todos eles, acrescentando que outros bandidos estavam com seus parentes.


A vítima disse que os autores passaram a tarde toda andando por fazendas da região e que por volta das 19h30 eles chegaram à rodoviária do município de Mundo Novo. A vítima, acompanhada de dois homens armados, recebeu R$ 65 e foi obrigada a comprar uma passagem da empresa Umuarama, com destino a Campo Grande.


Já dentro do ônibus ele disse que bebeu o líquido e logo em seguida dormiu, acordando em Campo Grande, por volta das 4h de hoje. I. entrou em contato com a PM (Polícia Militar) e eles encaminharam a vítima para a Defurv (Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos). O caso foi registrado como roubo e está sendo investigado pela Polícia Civil.

Jornal Midiamax