Geral

Foragido da cadeia de Sete Quedas é morto a tiro no Paraguai

O foragido da cadeia pública de Sete Quedas, Mizael Quaresma, de 22 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça, no início da tarde desse sábado, no distrito paraguaio de Pindoty Porã, que faz fronteira com Sete Quedas no Brasil, a cerca de 1.500 metros da linha internacional que separa os dois países. De acordo […]

Arquivo Publicado em 27/10/2012, às 19h44

None
1948465274.JPG

O foragido da cadeia pública de Sete Quedas, Mizael Quaresma, de 22 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça, no início da tarde desse sábado, no distrito paraguaio de Pindoty Porã, que faz fronteira com Sete Quedas no Brasil, a cerca de 1.500 metros da linha internacional que separa os dois países.

De acordo com a Polícia Militar de Sete Quedas, que acompanhou o caso, os policiais brasileiros tomaram conhecimento do crime por intermédia da Polícia Nacional do Paraguai.

O corpo de Mizael, que é brasileiro, foi trazido para o lado brasileiro da fronteira. A polícia paraguaia deverá apurar as circunstâncias do assassinato.

Mizael Quaresma

Mizael Quaresma e um comparsa, Fabiano dos Santos Gonçalves, o “Bid”, de 24 anos, havia sido preso por força de mandado de prisão expedido pela Justiça durante uma operação conjunta envolvendo policiais civis e militares de Sete Quedas e uma equipe da Polícia Nacional do Paraguai, no dia 10 de agosto desse ano (2012) acusado de cometer vários crimes, entre eles, furtos e roubos dos dois lados da fronteira.

Quatorze dias após sua prisão, a mulher de Mizael, Rozilda Alves de Lima, de 23 anos, também foi presa em flagrante ao tentar entrar na cadeia onde o marido estava recolhido, anexa a Delegacia de Polícia Civil de Sete Quedas, com 30 gramas de maconha. Segundo a polícia, a droga era para Mizael.

Na noite da última quarta-feira, 24 de outubro, Mizael, seu comparsa, Fabiano dos Santos, o “Bid” e mais três detentos, fugiram da cadeia pública local após serrarem as grades de uma das celas.

Segundo a Polícia Civil, na noite de quinta-feira (25) já como foragidos, Mizael e Bid teriam praticado mais um furto na cidade, em Sete Quedas.

Na tarde dessa sexta-feira, 26 de outubro, após levantarem informações sobre um possível paradeiro da dupla, uma restinga de mata aos fundos do Cemitério Municipal, região do Faixão, na periferia da cidade, em Sete Quedas, policiais civis e militares, em ação conjunta, realizaram um cerco ao local.

De acordo com o delegado de Polícia Civil que comandou a ação, Dr. Eduardo de Lucena, os policiais foram recebidos a “bala” pela dupla.

Na troca de tiros, Fabiano dos Santos, o “Bid”, foi atingido com um tiro de raspão na cabeça e acabou capturado. Com ele os policiais encontraram drogas, uma espingarda calibre 22 e parte dos produtos furtados na noite anterior, segundo o delegado.

Mizael Quaresma, que segundo a polícia também estava armado e também teria atirado contra os policiais durante a ação, acabou escapando do cerco na tarde dessa sexta e estava desaparecido, até ser encontrado morto no início da tarde desse sábado no Paraguai.

Segundo policiais que estiveram no local onde o corpo de Mizael foi encontrado, pelas características do local, ele teria sido assassinado naquela localidade mesmo, em virtude da grande quantidade de sangue existente.

Jornal Midiamax