Geral

Exposição “Feito à Mão” de Sandra Vissoto será inaugurada nesta terça

O governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), inaugura nesta terça-feira (12) a exposição intitulada “Feito à Mão” da artista Sandra Vissoto, às 19h30, na Galeria Wega Nery do Centro Cultural José Octávio Guizzo. A exposição será composta por desenhos, pinturas, colagens, objetos e fotografias. O processo […]

Arquivo Publicado em 12/06/2012, às 11h30

None

O governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), inaugura nesta terça-feira (12) a exposição intitulada “Feito à Mão” da artista Sandra Vissoto, às 19h30, na Galeria Wega Nery do Centro Cultural José Octávio Guizzo.


A exposição será composta por desenhos, pinturas, colagens, objetos e fotografias. O processo de criação é intrínseco ao cotidiano – o conviver e o estranhamento à convivência, o que forma, deforma, o que sobra e o que falta entre memórias e experiências.


Nos trabalhos de “Feito à Mão”, a artista afirma a beleza do que já foi descartado, a espontaneidade do desenho na ponta do lápis, sem direito à borracha, o gosto de encontrar o ponto da tinta e a personalidade de um pincel, o transformar um ajuntamento de objetos em significado e sentimento, a textura do papel, do tecido, em harmonia com o pleno uso de ferramentas simples e tecnologia digital.


“Vivemos mergulhados, por vezes sufocados, em sons e imagens, atordoados com as tantas novidades do dia que serão nada amanhã, bombardeados por informação auditiva, visual e tátil”, explica a artista.


“Vale destacar que por minha primeira exposição em Mato Grosso do Sul, neste mesmo Centro Cultural, em 1985, houve certo alvoroço entre algumas pessoas do meio cultural da época que não aceitaram muito bem uma exposição onde os trabalhos “não tinham moldura”, não deixa de ser interessante ver que com o passar do tempo esta prática nem é mais percebida… Vinte e sete anos depois apresento outra exposição feita à mão e sem moldura”, relembra Sandra.


Sandra Vissoto atualmente mora em Petrópolis (RJ), tem 35 anos de carreira, e uma característica que acompanha sua trajetória é a diversidade na escolha de temas e no uso de variadas técnicas. Já expôs suas obras em mais de 50 salões, exposições e mostras em diversos Estados brasileiros. E já foi conselheira do segmento de Artes Visuais do Conselho Municipal de Cultura de Petrópolis (RJ), coordenadora do Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul (Marco) e da Galeria de Arte do banco Itaú em Campo Grande.


As exposições da Galeria Wega Nery têm a proposta de divulgar a produção artística contemporânea tanto local como de outros Estados, dando visibilidade para artistas que desenvolvam trabalhos em harmonia com as linguagens atuais da arte.


A exposição permanece até 6 de setembro. Mais informações podem ser obtidas no Centro Cultural José Octávio Guizzo, na rua 26 de Agosto, 453 ou pelo telefone 3317-1795.

Jornal Midiamax