Geral

Ex-presidente Lula reage bem à primeira sessão de radioterapia

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva iniciou ontem, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, as sessões de radioterapia para o combate ao câncer na laringe descoberto no fim de outubro. Essa é a segunda fase do tratamento, combinada com a continuação da quimioterapia. A previsão da equipe de médicos coordenada por Roberto Kalil Filho […]

Arquivo Publicado em 05/01/2012, às 17h30

None

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva iniciou ontem, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, as sessões de radioterapia para o combate ao câncer na laringe descoberto no fim de outubro. Essa é a segunda fase do tratamento, combinada com a continuação da quimioterapia. A previsão da equipe de médicos coordenada por Roberto Kalil Filho — que acompanhou o tratamento da presidente Dilma Rousseff contra um linfoma, em 2010 — é que o ex-presidente faça diariamente, entre as segundas e as sextas-feiras, sessões de radioterapia pelas próximas seis ou sete semanas. Lula, no entanto, não precisará ficar internado no hospital.

A radioterapia causa efeitos colaterais diferentes do tratamento quimioterápico, no qual são comuns náuseas e diarreias. Nessa fase, pode haver restrições na fala e dificuldade para se alimentar. Os pacientes também sofrem perda de peso.

Os procedimentos realizados pela equipe médica têm como objetivo eliminar os resíduos do tumor, que tinha 3cm quando foi diagnosticado. Esse tamanho foi, segundo os médicos, reduzido em 75% após as sessões de quimioterapia realizadas no fim de 2011. Em razão desse quadro considerado positivo, os médicos descartam a possibilidade de se realizar uma cirurgia no local afetado pelo câncer.

Lula deu entrada no hospital Sírio-Libanês por volta das 10h45 de ontem e deixou o local seis horas depois. Dessa vez, não foi acompanhado da mulher, dona Marisa. Tanto na entrada quanto na saída, o ex-presidente não deu declarações à imprensa. Logo após a sessão de radioterapia, que durou cerca de 15 minutos, ele recebeu a visita do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), que chegou ao hospital de helicóptero. Em seguida, Lula foi para o quarto, onde almoçou acompanhado do presidente do Instituto Cidadania, Paulo Okamotto.

À tarde, Lula e Okamotto assistiram à estreia do Corinthians na Copa São Paulo de Futebol Júnior. O time do ex-presidente venceu o Santos da Paraíba por 9 x 0. Após o tratamento, ele seguiu para São Bernardo do Campo, onde reside. Como Lula terá que se deslocar à capital paulista diariamente, cogita alugar um flat na cidade.

Michel Temer

O vice-presidente da República, Michel Temer, permanecerá internado até o fim de semana no Hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo, onde se recupera da cirurgia para a retirada da vesícula, na terça-feira.

Jornal Midiamax