Geral

Empresários dão dicas sobre como ser efetivado nas vagas de emprego de fim de ano

Associação Comercial pretende abrir novas turmas devido a grande procura pelo curso

Arquivo Publicado em 18/09/2012, às 11h59

None
175229589.jpg

Associação Comercial pretende abrir novas turmas devido a grande procura pelo curso

Empresários e agências de emprego estiveram presentes na tarde desta segunda-feira (17), na seda da ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) para o último dia do projeto “Abre Vagas”. O projeto tem objetivo de qualificar, aperfeiçoar e preparar profissionais desempregados para o comércio, para atender a demanda de temporários do fim de ano.

Na palestra, os empresários falaram sobre a disponibilidade de vagas no mercado e deram dicas de como o candidato deve proceder para ser bem sucedido, após a primeira oportunidade.

Conforme a Associação, cerca de mil empregos temporários devem ser criados no comércio para atender a demanda de final de ano.

Sobre estas vagas, Ilma Pereira dos Santos, Recursos Humanos de uma agência de emprego revela que, apenas sua agência, disponibiliza 130 vagas para trabalho efetivo. “As vagas para os trabalhos de fim de ano irão começar a aparecer a partir de agora, porém o mercado está aquecido e já existem muitas vagas para efetivos que não conseguimos preencher.”, revela.

Entre os participantes, a vontade é conseguir a efetivação em uma empresa. Para Salvadora Castro Lima, de 43 anos, as palestras realizadas no curso serviram para proporcionar uma nova visão do mercado. “Com as dicas dos empresários fica mais fácil conseguir efetivar, pois agora sabemos realmente do que eles precisam e o que esperam.”.

Empresários

Conforme José Augusto Silva, gerente de Recursos Humanos da Sertão, a empresa procura pessoas com e sem experiência. “Nosso foco não se restringe apenas ao final do ano, mas em capacitar o funcionário para que preencha as necessidades da empresa.”. Ele revela que no momento, cerca de 20 vagas estão disponíveis para o quadro efetivo da empresa.

Ilma Pereira dos Santos, explica que o comportamento do funcionário é o que pode fazer a diferença entre os que serão efetivados e os que serão dispensados em um emprego temporário. “O empresariado procura pessoas comprometidas, que não se contentam em serem apenas mais um no quadro de funcionários.”, comenta.

Sobre os candidatos de idade mais avançada, os empresários foram unânimes em dizer que há vagas para todas as idades. “Motivação e qualificação… Pessoas a partir dos 50 anos tem possibilidade de conseguir uma vaga desde que se disponha a se dedicar e não ficar estagnado considerando que todo o aprendizado que teve ao longo de sua vida baste para permanecer no emprego.”, avalia Roberto Rech (Panam Refrigeração).

Rech afirma ainda que, para obter sucesso e ser reconhecido na empresa, o candidato a vaga deve ser proativo e antecipar as necessidades do ambiente de trabalho. “O colaborador deve entender que não pode apenas ser mais um. Deve estar comprometido com o sucesso da empresa.”.

Curso

O curso teve duração de uma semana, totalizando 20 horas. Com o fim das aulas, as informações dos participantes ficam armazenadas no banco de dados da entidade, disponibilizado para os mais de 3.200 empresários associados.

A capacitação trabalhou a auto-estima, o relacionamento inter e intrapessoal como chave do equilíbrio, ensinar maneiras de atender com excelência, quais as técnicas de vendas para encantar o cliente e a importância do trabalho em equipe.

O consultor da ACICG, Moacir Pereira Junior, afirma que com a concorrência do mercado as empresas precisam de mão de obra cada vez mais qualificada. “O colaborador tem que ter educação, bom trato com o cliente e com os colegas da empresa, simpatia com o público, facilidade para desempenhar seu papel em equipe e responsabilidade com as funções. No caso de vendedor ainda é preciso bons argumentos para convencer o cliente a comprar,” explica.

Devido a grande procura, a AICG abriu uma nova turma, onde serão aplicadas palestras em os dias 24 e 28 de setembro. O valor do curso é de R$ 30.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 3312-5003/3312-5058.

Jornal Midiamax