Geral

Dívida deve ser maior problema para devolução da Santa Casa aos donos

O Estado se comprometeu a mostrar os números do hospital, como convênios, gastos e custos mensais

Arquivo Publicado em 04/12/2012, às 10h44

None

O Estado se comprometeu a mostrar os números do hospital, como convênios, gastos e custos mensais

Em reunião no início da noite desta segunda-feira (3), a ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande) e o governo do Estado decidiram realizar uma reunião com técnicos financeiros das instituições para abrir as contas da Santa Casa nesta terça-feira (4), às 8h, na governadoria.


De acordo com Wilson Teslenco, o Estado se comprometeu a mostrar os números do hospital, como convênios, gastos e custos mensais. “Pela primeira vez a junta admitiu que nos próximos meses a Santa Casa pode atingir o equilíbrio orçamentário”.


Nenhum dos participantes, entretanto, comentou sobre o encaminhamento dado entre o principal ponto de discordância entre a ABCG e a junta interventiva. A dívida da Santa Casa acumulada no período da intervenção já é apontada como o maior problema para a devolução da administração do hospital à entidade mantenedora original.


Em julho deste ano, a empresa KPMG Auditores Independentes, de Goiás, divulgou no Diário Oficial de Campo Grande que o valor da dívida da Santa Casa, segundo os dados da Junta Interventora, ultrapassava os R$ 159 milhões.

Jornal Midiamax