Geral

Coritiba se impõe em casa, goleia Paysandu, e obtém boa vantagem para jogo de volta

O Coritiba conseguiu a vantagem que buscava, ao derrotar o Paysandu por 4 a 1, nesta quinta-feira, no Couto Pereira, pela partida de ida das oitavas-de-final da Copa do Brasil. O resultado, porém, poderia até ser melhor, pois o time alviverde abriu 3 a 0 no primeiro tempo, com gols Anderson Aquino, Roberto e Everton […]

Arquivo Publicado em 27/04/2012, às 00h31

None

O Coritiba conseguiu a vantagem que buscava, ao derrotar o Paysandu por 4 a 1, nesta quinta-feira, no Couto Pereira, pela partida de ida das oitavas-de-final da Copa do Brasil. O resultado, porém, poderia até ser melhor, pois o time alviverde abriu 3 a 0 no primeiro tempo, com gols Anderson Aquino, Roberto e Everton Ribeiro.  No segundo tempo, Thiago Potiguar reduziu o prejuízo dos paraenses e Tcheco fez o quarto do Coxa.


O jogo de volta acontece na próxima quinta-feira, dia 6, no Magueirão, em Belém. O Coritiba pode perder por até por dois gols de diferença, que mesmo assim fica com a vaga.  O Paysandu precisará de uma vantagem de três gols para se classificar.


O jogo


Desde o início do jogo, o plano do Paysandu estava bem definido: se defender com o maior número possível de jogadores e tentar a sorte nos contra-ataques.


O Coritiba chegou a encontrar alguma dificuldade para furar o bloqueio dos paranaenses, pois centralizava o jogo e mostrava afobação, quando a chance a aparecia. Na primeira delas, aos 16 minutos, Lincoln recebeu cruzamento de Jonas, mas bateu à direita do gol,  cara a cara com o goleiro.


A estratégia do Paysandu começou a ruir aos 32 minutos, quando Anderson Aquino recebeu com liberdade, na meia-lua, e mandou de direita no ângulo esquerdo. Um minuto depois, Roberto foi lançado ganhou do zagueiro na velocidade e tocou por cobertura para ampliar.


Foi o que bastou para o time alviverde se tranquilizar e esperar com calma o momento de fazer o terceiro. Aos 42 minutos, após uma bola roubada, Roberto foi acionado na direita e tocou para Everton Ribeiro, de frente para o gol, bater no canto esquerdo.


O Paysandu mudou a postura no segundo tempo e passou a atacar. O time chegou a cria algum perigo nos primeiro minutos. O Coritiba esperava no campo de defesa para contra-atacar. Aos 6 minutos, quase marcou o quatro em um chute de Aquino. Lincoln apanhou o rebote e tocou de calcanhar, para defesa do goleiro.


O Coxa, porém, afrouxou a marcação e permitiu que o Paysandu diminuísse, aos 22 minutos. Heliton finalizou, na saída de Vanderlei, e Demerson salvou em cima da linha. Na sobra, Thiago Potiguar marcou.


O Coxa poderia ter ampliado, aos 35 minutos, quando Rafael Silva foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Roberto cobrou e marcou, mas o árbitro não validou, pois o goleiro abandonou o gol e avançou. Na segunda cobrança, Paulo Rafael acertou o canto e defendeu.


O time do Paysandu se safou de tomar o quarto gol e esteve perto de reduzir a vantagem coxa-branca. Aos 43 minutos, Adriano Magrão cabeceou de frente e Vanderlei, no reflexo, salvou os paranaenses.


Aos 46 minutos, Rafael Silva invadiu a área e foi derrubado pelo goleiro Paulo Rafael, que foi expulso, pois já tinha cartão amarelo. Harison foi para o gol, mas não conseguiu defender a cobrança de Tcheco, que fechou o placar, aos 48 minutos. 


Jornal Midiamax