Geral

Campanha contra o câncer de pele acontece sábado em Dourados

Neste sábado (24) acontece nos postos de saúde de Dourados a Campanha contra o Câncer da Pele sob a coordenação da dermatologista Dra. Karla Sampaio, com uma equipe composta por quatro dermatologistas da Sociedade Brasileira de Dermatologia, além de acadêmicos do 4º ano de Medicina da UFGD, todos de forma voluntária. Os especialistas da Sociedade […]

Arquivo Publicado em 22/11/2012, às 13h21

None

Neste sábado (24) acontece nos postos de saúde de Dourados a Campanha contra o Câncer da Pele sob a coordenação da dermatologista Dra. Karla Sampaio, com uma equipe composta por quatro dermatologistas da Sociedade Brasileira de Dermatologia, além de acadêmicos do 4º ano de Medicina da UFGD, todos de forma voluntária.


Os especialistas da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) advertem: a exposição ao sol de forma inadequada pode trazer inúmeros prejuízos à pele, além de ser responsável pelo câncer de maior incidência no Brasil – o da pele. Preocupada com os números alarmantes da doença no país, a SBD criou, em 1999, o Programa Nacional de Controle do Câncer da Pele (PNCCP) e há 13 anos acontece a Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele que leva aos brasileiros informações, diagnóstico e tratamento de qualidade, gratuitamente.


A Campanha é de caráter resolutivo, logo, o objetivo é diagnosticar e tratar casos de câncer de pele. Não serão tratadas outras doenças de pele como acne, micoses, dermatites etc a fim de não comprometer o objetivo da Campanha.


A Campanha realizada em 2010, em Dourados, diagnosticou 30 casos de câncer de pele em 200 pessoas atendidas, o que corresponde a 15,5% da incidência de câncer de pele em Dourados, sendo 21 carcinomas basocelulares, 4 carcinomas espinocelulares e 5 melanomas malignos. Em 2011, a Campanha atendeu 31.722 pessoas em todo o Brasil e destas, 3.967 (12,51%) foram diagnosticads com câncer da pele.


O Câncer da pele é o crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. Os tipos mais comuns são os carcinomas basocelulares e os espinocelulares e o mais perigoso é o melanoma.


A radiação ultravioleta é a principal responsável pelo desenvolvimento do câncer e o envelhecimento da pele. Ela se concentra nas cabines de bronzeamento artificial e nos raios solares. Em Dourados, o índice ultravioleta é de moderado a alto o ano inteiro, o que significa que as pessoas deveriam se proteger com vestimentas adequadas, óculos que bloqueiem a radiação ultravioleta, procurar a sombra, usar chapéus adequados e protetores solares na pele.


O carcinoma basocelular é o tipo mais freqüente, representando 70% dos casos. É mais comum após os 40 anos, em pessoas de pele clara. Seu surgimento está diretamente ligado à exposição solar acumulada durante a vida. Apesar de não causar metástase, pode destruir os tecidos à sua volta, atingindo até cartilagens e ossos.


Já o carcinoma espinocelular é segundo tipo mais comum de câncer da pele e pode se disseminar por meio de gânglios e provocar metástase. Entre suas causas, estão a exposição prolongada ao sol, principalmente sem a proteção adequada e tabagismo.


O melanoma é o tipo mais perigoso, com alto potencial de produzir metástase. Pode levar à morte se não houver diagnóstico e tratamento precoce. É mais freqüente em pessoas de pele clara e sensível. Normalmente, inicia-se com uma pinta escura.


O Câncer da Pele pode ser evitado com medidas simples! Além disso, o diagnóstico precoce aumenta muito as chances de cura completa. Por isso é tão importante que você faça o seu Exame Preventivo Gratuito no posto de atendimento do Dia Nacional de Combate ao Câncer da Pele.

Jornal Midiamax