Geral

Bellucci vence duelo mental, vira sobre Tipsarevic e conquista bicampeonato em Gstaad

Thomaz Bellucci é bicampeão do Torneio de Gstaad. Neste domingo, o brasileiro derrotou o sérvio Janko Tipsarevic de virada por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (6-8), 6/4 e 6/2 em duas horas e 24 minutos, e conquistou o terceiro título de sua carreira – o primeiro desde fevereiro de 2010. O controle […]

Arquivo Publicado em 22/07/2012, às 12h34

None

Thomaz Bellucci é bicampeão do Torneio de Gstaad. Neste domingo, o brasileiro derrotou o sérvio Janko Tipsarevic de virada por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (6-8), 6/4 e 6/2 em duas horas e 24 minutos, e conquistou o terceiro título de sua carreira – o primeiro desde fevereiro de 2010.


O controle mental foi a chave da vitória de Bellucci. Após desperdiçar cinco set points na primeira parcial, o brasileiro visivelmente se abateu. Porém, soube suportar a pressão no segundo set e a jogou para o lado de Tipsarevic no terceiro. O sérvio, então, se descontrolou e sucumbiu.


“Estou muito feliz, é difícil dizer qualquer coisa agora. Gostaria de parabenizar o Janko. Ele merecer estar onde está e foi muito difícil vencê-lo hoje. Gostaria também de agradecer ao meu time. Dentro de quadra eu não jogo sozinho; eles jogam comigo”, falou Bellucci durante a cerimônia de premiação.


“Agora tenho confiança para estar na Olimpíada. Tenho uma semana para me preparar, treinar na grama. É uma competição muito especial para mim. Defender meu país me dá muita motivação”, completou o campeão à ESPN Brasil.


Esta foi a quarta vez que Bellucci chegou à decisão de uma competição da ATP. A primeira havia sido justamente em Gstaad, há três anos. Em 2010, o brasileiro conquistou o Torneio de Santiago e ficou com o vice-campeonato na Costa do Sauipe.


Foi o terceiro confronto entre Bellucci e Tipsarevic na história. Nos anteriores, cada atleta levou a melhor uma vez: o brasileiro venceu no Masters de Indian Wells, em 2009, enquanto o sérvio triunfou no Torneio de Stuttgart na semana passada.


“Thomaz controlou a partida e foi melhor jogador do que eu. Está de parabéns”, reconheceu Tipsarevic.


Com o título em Gstaad, Bellucci soma 250 pontos no ranking e volta a ter um lugar entre os 40 melhores tenistas do mundo – o brasileiro ocupa hoje o 60º lugar. Já Tipsarevic, que perdeu a chance de conquistar seu segundo título em duas semanas, se mantém em oitavo.


O jogo


Tipsarevic começou a partida imprimindo forte ritmo para cima de Bellucci e o brasileiro demorou para se encontrar em quadra. Foram 24 erros não forçados do paulista em todo o primeiro set, o que corresponde a mais da metade dos 41 pontos que o sérvio marcou em toda a parcial.


Quando começou de fato a jogar, Bellucci teve de correr atrás. Ele recuperou duas quebras de Tipsarevic e equilibrou as ações. Com os dois tenistas sacando bem, a decisão foi para o tie break.


O número 60 do mundo começou o desempate de forma impecável e, com impressionante facilidade, abriu 6-1 e teve cinco set points. Então o inacreditável aconteceu e, graças a um verdadeiro apagão de Bellucci, Tipsarevic conseguiu virar para 8-6, sendo o ponto decisivo conquistado em uma dupla falta do brasileiro.


Bellucci começou o segundo set cabisbaixo, mas segurou a pressão e se recuperou bem. Em nenhum momento o brasileiro teve seu saque ameaçado. Ao mesmo tempo, começou a encurralar Tipsarevic. Na única oportunidade de quebrar o serviço do sérvio, no 10º game, o paulista foi perfeito e fechou em 6/4, empatando o duelo.


Com moral, Bellucci passou a atacar Tipsarevic e colheu os frutos. O brasileiro derrubou o saque do adversário já no segundo game e abriu vantagem no início da terceira parcial. A partir daí foi só administrar o serviço e, com nova quebra, anotar 6/2 e vencer a partida e o campeonato.


“(O fim do primeiro set) foi um momento duro, mas consegui manter a cabeça no lugar, que é o mais difícil. No segundo set foi importante não deixar ele (Tipsarevic) abrir vantagem”, falou o campeão à ESPN Brasil.

Jornal Midiamax