Geral

Bancada apela à ministra pela liberação de recursos a MS

Deputados e senadores que representam Mato Grosso do Sul em Brasília se reuniram, na manhã desta quinta-feira (14), com a ministra do Planejamento, Miriam Belquior, para pedir o apoio do governo na liberação de recursos federais para o Estado. “Solicitamos a cedência, por empréstimo, de mais 10 analistas de infraestrutura ao Ministério da Integração Nacional […]

Arquivo Publicado em 14/06/2012, às 14h57

None
1861336797.jpg

Deputados e senadores que representam Mato Grosso do Sul em Brasília se reuniram, na manhã desta quinta-feira (14), com a ministra do Planejamento, Miriam Belquior, para pedir o apoio do governo na liberação de recursos federais para o Estado.


“Solicitamos a cedência, por empréstimo, de mais 10 analistas de infraestrutura ao Ministério da Integração Nacional para que os projetos em análise na Sudeco (Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste), fruto de emendas ao Orçamento da União,  venham a ser aprovados antes de 30 de junho, data limite determinada pelo governo para aprovação de emendas parlamentares”, detalhou no final da audiência, o senador Delcídio do Amaral (PT).


Ainda segundo o petista, a ministra ficou de conversar com o ministro Fernando Bezerra (Integração) e com a ministra da Coordenação Política, Ideli Salvatti, para buscar uma solução que acelere a tramitação.


De acordo com o parlamentar, se os projetos não forem aprovados, muitos municípios serão prejudicados. “Isso não é justo porque as prefeituras trabalharam muito, gastaram tempo e dinheiro elaborando esses projetos. Mas se as coisas não se resolverem, corremos o risco de perder as emendas. No final, quem vai ser prejudicada é a população”, ponderou Delcídio.


No caso de algumas emendas, a situação, segundo ele, é “surrealista”. “Para muitas delas eu já consegui a aprovação dos recursos, mas não tive aprovados os projetos. Ou seja, eu consegui o mais difícil, mas agora não se consegue dar sequência aos projetos, em função da burocracia”, relatou o senador.

Jornal Midiamax