Geral

Após restauração, relógio histórico da Afonso Pena volta a ser instalado na Capital

O relógio foi construído pela primeira vez em 1933 na Afonso Pena com a 14 de Julho, em alvenaria, com cerca de 5 metros de altura, feito com tecnologia alemã

Arquivo Publicado em 04/01/2012, às 15h23

None
1796931871.jpg

O relógio foi construído pela primeira vez em 1933 na Afonso Pena com a 14 de Julho, em alvenaria, com cerca de 5 metros de altura, feito com tecnologia alemã

Na manhã desta quarta-feira (4) o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) esteve presente para fiscalizar o relógio histórico que fica instalado no canteiro central da Avenida Afonso Pena com a Calógeras que voltará a ser ativado após passar por restauração em São Paulo.

Sobre o monumento, o prefeito destacou a importância como patrimônio histórico. “Tem a importância do resgate da história e da memória da cidade, reviver o nosso passado”, disse Nelsinho.

Na manhã de hoje o relógio foi instalado no monumento e até o final do dia técnicos irão colocá-lo novamente em funcionamento.

História

O relógio foi construído pela primeira vez em 1933 na Afonso Pena com a 14 de Julho, em alvenaria, com cerca de 5 metros de altura, feito com tecnologia alemã, após alguns anos foi demolido, na época ocorreram muitos protestos por parte da população. No centenário da cidade de Campo Grande foi construído novamente na Afonso Pena com a Calógeras.

Jornal Midiamax